O Duque de Palm Woods

3.5K 146 26


Junho de 1797

ELIZABETH

Já avia se completado algumas semanas que eu soube que me casaria com o Duque de Palm Woods, um homem muito cobiçado por varias Damas e Rainhas de Grandes Países, um homem muito poderoso e Assunto de muitos Reis e Duques pelo mundo, um Homem que por minha sorte não o conheci ainda e nem Pretendo o conhecer, Não sei o motivo ou o proposito de ter sido escolhida, entre tantas outras Princesas, Damas solteiras e bem mais formosas que eu...  Sr. James Diamond este é o nome do meu “futuro” Noivo, a quem estou comprometida por um negocio, ou melhor dizendo, por uma batalha de jogos entre cavaleiros que representavam um Reino diferente.

Eu sou a Elizabeth Pacelli, Princesa de Salveburgo, um pais lindo, cheio de alegria, paz, harmonia e de pessoas Boas, onde tudo é possível... Sou filha de Fernand Pacelli e Maria Isabel Damiani de Pacelli, o Rei e Rainha de Salveburgo, toda minha família é da Realeza, minha mãe da Familia “Damiani” um dos sobrenomes mas poderosos do mundo, e meu pai Da família real “Pacelli”, uma família de grandes portes e de muitas gerações... Tenho 17 anos, sou muito quieta mais também costumo ser teimosa e insistente em algo que eu queira muito, gosto bastante de tocar piano, não gosto de ser mimada, sou totalmente independente dos meus pensamentos e sei o que quero de meu futuro, pelo menos eu sabia antes de ser obrigada a me casar com o Duque...

Nunca fui tão humilhada desse jeito, irei me casar por conta de um jogo ganho pelo meu Pai, uma batalha onde o Duque em um mês atrás declarou que se casaria com a Princesa da Família Real que ganhará a batalha, uma Luta, entre um cavaleiro de cada Rei que quisesse oferecer a mão de sua Filha para ele, e claro que os Reis não deixariam as uma chance como essa passar, uma chance de casar sua Filha com um dos Homens mais poderosos do Mundo e obter um Laço familiar com o mesmo. E como as regras do jogo, o cavaleiro do meu pai foi um dos finalistas e Ganhou, por meu asar e infelicidade, depois de eu torcer tanto para que meu pai perdesse ou desistisse disso, ele acabou conseguindo, por quê? Porque meu pai tinha que ter ganhado esse jogo? Por que eu fui à escolhida? Ele deve ser um idoso, careca, que anda com uma bengala para não cair, por quê? Como pode um homem assim ainda este solteiro? E como ele é tão cobiçado? Eu não sei. Mais acho que só o cobiçam por causa de todo seu dinheiro!

Faltará apenas uma semana para meu casamento, tudo estavam uma loucura, os criados guardando os presentes que chegam, eu estou provando vários vestidos para o casamento, minha mãe quer o melhor e mais Bonito para ficar marcado na historia, já devo ter ido umas vinte vezes escolher uma mansão, mais com tantas coisas que andam acontecendo, não me agradei com nenhuma delas, e ainda não conheci o meu “noivo”, meu pai me diz que vou conhecê-lo em breve e que ele está uma viajem importante a negócios, mais como eu não intendo muito disso, apenas agradeço a Deus por não ter o visto por aqui ainda, Eu farei de tudo para que ele seja o homem mais Infeliz desse mundo... Eu Ainda tenho esperanças de realizar tudo que sonhei para mim, a se tenho...

O Duque de Palm WoodsLeia esta história GRATUITAMENTE!