54

103 17 2

VÁRIOS RAIOS ENTRAM PELO quarto do João e este dorme que nem uma pedra todo atravessado na cama ainda todo vestido

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

VÁRIOS RAIOS ENTRAM PELO quarto do João e este dorme que nem uma pedra todo atravessado na cama ainda todo vestido. Ontem João bebeu demais dificultando Angel de o trazer a casa. Para além de ter feito um espetáculo no meio da rua quase que acordou a sua progenitora quando Angel tentava levá-lo para o andar de cima. Meia hora depois conseguiu sentá-lo na cama, foi à casa de banho para preparar um banho gelado para João mas quando voltou ao quarto já ele estava deitado, como ainda está, a dormir. Angel, já vestida e acordada há algum tempo, faz o pequeno almoço quer para o ela e o João quer para a mãe do mesmo e a sua amiga. 

"Bem me parecia que não era o meu João a cozinhar, cheira demasiado bem para isso." Carla, mãe de João diz sorrindo ao chegar à cozinha. "Querida não era preciso fazeres o pequeno almoço."

"Eu quis fazer, além disso eu gosto de cozinhar. E realmente João não é la muito bem nos cozinhados." Ambas riem-se e a mãe do jovem atleta ajuda a morena a colocar as coisas na mesa e a acabar o resto do pequeno almoço. "Espero que o João não lhe tenha acordado ontem." Angel diz lembrando-se das figuras do Félix. Carla abana a cabeça sorrindo.

"Não querida. Mas ele fez assim muito barulho?"

"Um pouco." Angel diz poupando a mãe de João dos pormenores do que realmente se passou na noite anterior. 

"Eu depois tenho uma conversa com ele." Angel assente e pega num copo de água e num comprimido para as dores avisando que vai acordar o moreno. 

O copo é pousado na mesa de cabeceira juntamente com o comprimido. A jovem começa a fazer festas no rosto do Félix, este que se remexe ao sentir o seu toque. Aos poucos ele vai acordando confuso. Ele apoia o peso nos cotovelos olhando em volta e no que tem vestido.

"O quê que aconteceu? Dói-me a cabeça."

"Ontem o menino abusou na bebida."

"Oh se abusei. Nunca mais bebo." Ele volta a deitar-se e Angel ri-se.

"João é para acordares, o pequeno almoço já está pronto." Ele resmunga virando-se de barriga para baixo. "Vá João a tua mãe já está acordada também."

"Ela vai tão matar-me por ter bebido demais."

"Não vai nada João. Toma." Ela estica-lhe o copo com o comprimido e João senta-se pegando nos mesmos.

"Obrigada és um amor." Félix aproxima-se da morena para lhe beijar mas esta afasta-o.

"João ainda cheiras a álcool. Vai tomar banho primeiro."

"Eu quero o meu beijo de bom dia." Ele faz beicinho. Angel dá-lhe um bate chapas.

"Receberás um beijo melhor depois do banho." Ela é rápida a falar antes de ele reclamar.

Algum tempo depois os dois descem as escadas encontrando Carla e Cláudia na sala de jantar. João diz bom dia e deposita um beijo na testa das duas mulheres. Angel cumprimenta Cláudia, uma vez que já esteve com a mãe do jogador. Todos sentam-se à mesa tomando o pequeno almoço.
João pede licença indo até ao andar de cima se despachar pois tem treino à tarde. Deixando assim a morena com a mãe dele e Cláudia.

"O que me dizes de irmos passear? Podemos mostrar-te um pouco da cidade." Carla sugere e Angel aceita.

"Adoraria imenso! Já estive cá mas não tive muita oportunidade de explorar, quando tive perdi-me e acabei por não ver muito."

"E foi nesse dia que te encontraste com o João não foi? Ele não se calou o resto do dia." Angel olha para baixo um pouco envergonhada. As mulheres da casa arrumam tudo deixando como estava antes, limpo. João volta a descer as escadas e puxa a morena consigo.

"Vamos onde João?" Angel pergunta ao ver que o João leva a mesma para um compartimento diferente da casa.

"Eu quero te dar uma coisa antes de ir para os treinos e ela está aqui dentro." Ele abre a porta do escritório e de seguida vai até ao armário desviando o mesmo revelando um cofre.

"Queres que eu...eu vou virar." Angel vira as costas para que João coloque o código.

"Não sejas paravinha. Anda cá." Ele ri-se e puxa Angel pela sua cintura. João coloca o código abrindo de seguida.

"Essa é a data em que demos o primeiro beijo." Ela olha para o moreno e sorri. "Um pouco lamechas mas eu gosto. E ninguém saberá."

"Eu sou esperto, não sou?" Ele pega num saquinho tirando de lá dentro e de seguida volta a fechar o cofre.

"João isso é o quê? Espero que não tenhas gasto dinheiro comigo!" Ele estica o pequeno saco e diz a ela para abrir. Lá dentro tem uma pequena caixinha de veludo. "Não, não posso como não quero aceitar isto." Ela diz abrindo a caixa revelando um colar lindo de ouro. "João não posso aceitar uma coisa destas! Primeiro porque deve ter custado quase um pedaço do meu pulmão e depois porque eu não mereço."

"Angel vais aceitar isso porque eu te estou a dar. E mereces sim senhora."

"Não mereço nada! Principalmente depois do escândalo desnecessário que eu fiz."

"Já pediste desculpas por isso e eu aceitei. Aceita o que te estou a dar." Ele aproxima-se da morena para lhe tirar o colar da caixinha.

"João já te disse que eu não posso aceitar uma coisa destas. Está fora de questão."

"Exprimenta só para veres então." Ele diz com um sorriso na cara. Angel suspira e João tira o colar colocando o mesmo no pescoço da morena. As suas mãos vão parar aos ombros de Angel e guia-a para um espelho que ali tem. "Fica-te ou não te fica bem?"

"Já vi, já experimentei já te posso devolver."

"Na na. Tira as mãos. Vais deixar ele aí como está." Ele abraça-a por trás prendendo os seus braços. "Estás bem assim. Se eu quero te mimar com presentes destes deixa-me mimar-te."

"Mas não acho correto João. É demasiado."

"Eu é que sei se foi demasiado ou não." João vira a morena para si e sorri acariciando a sua face. "Agora vais aproveitar o dia com a minha mãe e a Claudia sim? Porque nós vamos ter a noite só para nós."

"Vamos sair?"

"Sim, mas não te vou dizer onde. Vai ser surpresa." Angel olha para o João pronta para reclamar. "Não vais ser teimosa e reclamar pois não?" Angel abana a cabeça fazendo beicinho. João ri-se e de seguida beija-a. "És linda e minha."

"Não te safas comigo João. Não vais ouvir essas palavras saírem da minha boca. Mas és meu também."

"Eu sei que tu me achas um Deus lindo."

"Sonhas muito alto meu menino." Angel beija-o uma última vez. "Agora tens de ir treinar lindo." João sorri abertamente e vai atrás de Angel que saiu do escritório.

Ainda vai sair mais um capítulo hoje :)

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Ainda vai sair mais um capítulo hoje :)

O João gosta de mimar a Angel, mas ela não acha correto.
Angel vai passar a tarde com a mãe do João e a amiga dela, eu não vou escrever (é mais eu não escrevi 😅) a tarde entre elas, escrevi o jantar, o que esperam deste jantar?

Espero que tenham gostado do capítulo vemo-nos no próximo:)

What a mess | Groupchat storyOnde as histórias ganham vida. Descobre agora