Capítulo sessenta e um

54.6K 3.9K 1K
                                    

Coringa🔥

Cheguei da missão depois de uma semana de boas, e a notícia que eu tive foi que a Bruna sumiu durante a invasão que teve, e o Cabelinho foi levado pro hospital em estado grave, mas agora já tá suave.

Já cheguei com a mente a milhão, correria pra carai. Só queria deitar e ficar abusando da minha nega, mas isso mudou todo o meu dia, e os meus planos.

Pt: Aí patrão, junin caiu, como que faz? Tava indo passar droga, e os verme pegou.

Coringa: Caralho! - Passei a mão no rosto puto.- tudo dando errado nessa porra, espera um tempo. Não da pra fazer duas coisas na merma hora, vamo resolver o lance da Bruna primeiro, com quanto ele tava de droga?

Pt: Cinco mil.

Coringa: As drogas ninguém vê mais, só que o dinheiro ele vai ter que pagar, sem erro. Se não, como fica o lucro da biqueira? - Falei puto.

Pt: Pode pá! - Balançou a cabeça.

Mi: Thiago, e a Bruna? - Entrou com mais dois vapores atrás dela.- olha, esses dois não queriam me deixar entrar.

Cg: Ordens patroa! - Levantou as mãos em rendimento, e eu fiz gesto pra eles que saíram da sala junto com o Pt.

Coringa: Tô sem tempo, Milena. Vem de neurose não, bagulho é sem brincadeira! Não me atrapalha.- Falei alto.

Mi: E você tá gritando porque, palhaço? Não tem ninguém com problema de audição aqui.

Balancei a cabeça acendendo o meu cigarro, e ela fez careta.

Coringa: Foi mal, muita coisa na mente, tá foda! - Falei, soprando a fumaça e ela não disse nada.- beleza?

Mi: Tá, Thiago.- Falou, alto também.

Coringa: Tu acabou de falar que não tem ninguém surdo aqui, então deixa de onda!

Mi: Se for assim, vamos falar no mesmo tom, já que você pode eu também posso.

Coringa: Já pedi desculpa, pô. Acabei de chegar de missão, mente a milhão aí eu recebo a notícia que a Bruna sumiu, Cabelinho tá no hospital, e um dos meus caiu, com mercadoria em grande quantidade.

Mi: Eu não quero atrapalhar, vou ir pra casa.

Coringa: Qualquer notícia eu vou te avisar, beleza? Fica na paz, que eu vou trazer a Bruna.

Mi: Será que ela tá bem? Imagina o que aquele homem deve ter feito com ela, Thiago.

Coringa: Foi o meu irmão que causou tudo isso, e eu vou atrás dela. Vou ver se consigo pagar a dívida lá, é a Bruna pô. Tu acha que eu vou deixar ela na mão?

Mi: Ela tava achando que já tava tudo bem...- Falou baixo.- tudo por essa maldita dívida do menor, porque ele tinha que envolver ela nisso?

Puxei ela pela cintura dando um beijo rápido, e depois ela saiu da minha sala. Mandei radinho pra saber em qual presídio o moleque tava, e depois já fui correr atrás dos bagulho que aconteceu com a Bruna, mesmo caindo de sono por não ter dormido quase nada esses dias.

▪▪▪
+100

No MorroOnde as histórias ganham vida. Descobre agora