Kripton

1.1K 172 18

Aretha




Me espreguiço e sinto meus movimentos travados,como se algo estivesse me prendendo.

Abro os olhos e me assusto com uma cabeleira castanha em meu rosto..

Noah!!

Esse chantagista de uma figa!

Tento me livrar de seus braços mais é impossível,ele parece um polvo..

–Fique quieta,ainda é cedo..

Sua voz rouca me faz parar e a traidora de minha intimidade contrair..

–Eu preciso ir ao banheiro...

Resmungo e finalmente seu aperto se vai e corro para o banheiro e só quando estou no cômodo que lembro estar nua..

Suspiro e prendo os cabelos e ligo o chuveiro,a água morna cai em meu rosto me trazendo alívio..

–Por que não me convidou..
Solto e me viro a tempo de ver Noah em toda sua glória me prender no canto do box e molhar o corpo..

–Ei seu folgado,podia ter esperado..

Reclamo,mais sou puxada para debaixo da água..

–Não tenho tempo,agora se quisermos ter uma rapidinha antes de pegarmos o avião tem que ser agora..

Antes de conseguir questionar alguma coisa seus lábios já estão colados nos meus..

E a rapidinha durou quase uma hora....



–Nem quero ver o valor da conta de água quando chegar depois dessa sua rapidinha...

Resmungo colocando um vestido verde escuro ..

–Não sou homen de fazer as coisas pela metade,agora vamos que as mãos não serão feitas sozinhas..

Bufo.


–Noah,isso não é precipitado de mais,eu tenho emprego , não posso ir embora assim o que me faz me perguntar,pra onde vamos exatamente?


–Seu emprego é o de menos e estamos indo para a minha...nossa casa...em Los Angeles...

Paro de pentear os cabelos...

–Isso....estava realmente falando sério quando disse que me queria morando com você?

Solto sem perceber e um nó se forma em minha garganta e penso que os tais hormônios da gravidez, já estão dando sinais.

–Eu não brincaria com um assunto tão sério destes...quero que seja minha mulher Aretha...

Soluço e tampo a boca com as mãos..

–Ei,calma,eu disse alguma coisa errada?

Me envolve em seus braços e dou um leve tapa em seus ombro..

–Você não pode me dizer essas coisas assim de uma vez...tem que ser divagar...

Sinto seu peito tremer e sei que está rindo..

–Só você mesmo...






(...)


A despedida não foi triste,como só tinha Larissa como amiga lá lanchonete ela me desejou sorte e que ligasse sempre..

Prometi que a ligaria e parti com Noah...

E quer saber,vou me dar essa chance...



A Garota do café Onde as histórias ganham vida. Descobre agora