Capítulo Cinquenta e Quatro

2.4K 461 198

Castiel Almeida

Solto um suspiro em meio ao sono, sentindo meu corpo completamente quente. Um calor parece me consumir de dentro para fora e não posso conter um gemido que escapa por meus lábios. Meus olhos lutam para se abrir, já que o sono ainda me consome, mas tudo se torna esquecido quando algo molhado envolve meu membro.

Abro meus olhos, um pouco alarmado, e quase engasgo com a visão que eu tenho a minha frente. Bem, pelo menos o que eu posso ver com minha barriga já grande. Adrian está no meio das minhas pernas e sua boca está envolvida em meu pau, enquanto suga com vontade.

Outro gemido escapa por meus lábios e fecho meus olhos novamente, mordendo meus lábios no processo. Minhas mãos agarram os lençóis da cama e me sinto cada vez mais louco de prazer, a cada vez que meu membro desliza mais fundo em sua boca. Meu corpo inteiro começa a tremer e sinto algumas lágrimas se desprender dos meus olhos, tamanho o prazer que sinto nesse momento. Sem contar o fato de estar ainda muito sensível pela madrugada que tivemos. E juntando todos esses fatos, e ainda a gravidez que aumenta minha libido, não demora muito para que eu esteja gozando na boca do meu marido, enquanto um gemido muito alto sai da minha boca.

Adrian se joga na cama ao meu lado e sorri para mim, mas tudo o que eu consigo fazer, é buscar por mais ar.

- Bom dia, cabelo de fogo! - Ele diz e seus lábios inchados parece me hipnotizar.

Puxo ele, usando os restos de forças que ainda tenho, e grudo meus lábios nos dele, também sentindo a sensação incrível da sua barba pinicar meu rosto. Deus, obrigado por esse marido incrível.

- Pode me acordar assim todos os dias. - Falo ainda ofegante, estando com meus lábios rente aos seus.

- Ah é? Não vai rolar nenhuma greve mais? - Ele debocha e empurro ele de cima de mim.

- Idiota! Se bem que eu fui fraco mesmo, mas na próxima não serei. - Aviso e me coloco sentado na cama, depois de me sentir um pouco mais recuperado.

- Eu duvido! - Ele desafia e cerro meus olhos em sua direção.

- Quer mesmo que eu retome a greve que comecei? - Pergunto com um sorriso cínico e vejo o dele murchar. - É... foi o que pensei, marido. - Pisco para ele e deixo um selinho em sua boca antes de me levantar da cama.

Sigo em direção ao banheiro do quarto e com um sorriso, coloco a banheira enorme que há ali para encher. Faço minha higiene bucal enquanto isso, e quando a mesma já está cheia, posso entrar e relaxar o meu corpo cansado. Adrian se junta a mim minutos depois e passamos bons minutos relaxando e trocando alguns beijos.

Assim que terminamos nosso banho, nos vestimos com roupas confortáveis e  frescas, saindo em seguida para tomar nosso café da manhã no salão principal. Caminho de mãos dadas com meu lindo marido, e aproveito para admirar a paisagem ao nosso redor. Noto que estamos cercados pelo verde da natureza e o ar puro me faz sorrir. Também posso ver algumas piscinas e brinquedos aquáticos, coisas que vou passar longe, infelizmente. E pelo que soube, há uma praia a uns dois quilômetros daqui, que é reservada apenas para os hóspedes do lugar.

- Aqui é lindo! Temos que trazer o Evan da próxima vez. - Falo sorrindo e dou uma olhada para o homem ao meu lado.

- Sim, ele vai amar isso aqui. - Ele diz e vejo seus olhos brilharem, como sempre acontece quando nos referimos aos nossos filhos. E é nesses momentos, que eu tenho a absoluta certeza de que escolhi a pessoa certa para amar e construir uma família.

Tomamos nosso café em uma mesa ao ar livre e assim que terminamos, fomos curtir nosso dia. Infelizmente eu não pude fazer as coisas mais radicais, pois meu marido com certeza teria um infarto, então me contentei em apenas passar o dia na piscina, tomando drinks sem álcool.

Cowboy Indomável (Mpreg) - Duologia "Indomável" - Livro 02Onde as histórias ganham vida. Descobre agora