capitulo 14

268 37 25

Estamos concorrendo ao Whattys, entao se voce poder ajudar em compartilhar, vocetar e comentar eu ficaria muito feliz.  Eu, Emma e Matthew. Então ajudem com  comentários e votos. Beijinhos. Vou postar um capítulo por dia se vocês ajudarem eu consigo postar com mais frequência. Beijoos!

Esse cheiro familiar, um cheiro forte de menta e whisky. Eu sabia que ele estava aqui antes de abrir meus olhos. Sabia que suas mãos estavam acariciando meu cabelo e do jeito que eu respirava certamente Matthew já sabia que eu estava acordada.

Eu estava escorada em seu ombro, enquanto estávamos sentados no sofá. Não se ouvia nada de vozes das garotas.

— Meu ombro já está dormente - ele brinca. Levanto minha cabeça ainda com sono, acabo bocejando e esfrego meus olhos.

Eu realmente não sei em que parte dessa história eu me perdi. Se foi nele ou se foi por mim. Mas estar tão próxima dele ao mesmo tempo tão longe de tudo, era uma sensação muito estranha.

— Desculpa, não pretendia dormir em cima de ti.

— Se tivesse em cima de mim seria bom  - ele arqueia a sobrancelha. Refiro meus olhos e me afasto por precaução.

Mas no mesmo instante sua mão agarra meu braço, não sei se foi ele ou eu. Mas nesse momento eu sei que já estou com seus lábios nos meus, seu doce gosto de menta atravessa meu corpo como um tiro. Eu sei, ele quer mais eu também quero. Porém não é bem assim, ele me puxa mais para si fazendo-me sentar sobre seu colo. Matthew está com suas mãos sobre meu quadril. Isso é tão bom e parece ser algo novo. Eu desejava tanto isso, mas nem sei desde quando comecei a desejar. Parece ser tão proibido, tão viciante. Meu corpo está pegando fogo, abro meus olhos por um instante e Matthew encontra-se magnífico do jeito que sempre foi, do jeito que eu sabia como ele ficava.

Ele era tão meu quanto dele mesmo. Será que ele pensava o mesmo sobre mim. A jovem apaixonada parecia ter voltado e nesse momento eu queria muito mais. Meus hormônios estavam pegando fogo e eu sabia como ele estava, igual a mil. Puxei seu cabelo e beijei seu pescoço do jeito que ele gostava, e pelo jeito ainda gosta. Minha mente vem pregar peça, quantas vezes ele já esteve com alguém depois de mim. Tentei empurrar tudo de pensamentos ruins. Ele realmente é meu. Somente isso eu pensava em todas as vezes que errei por causa dele, todas as noites que chorei, que minhas lagrinhas  caiam e eu nem sabia o motivo mais. Eu só queria mais. Meu corpo queria.

Eu amo ele?

Ou será só atração corporal?

Ele me pertence, era o que meu coração dizia. Mas sinceramente eu realmente não sabia o que era o certo no momento.

Ele para de repente e olha para mim, seus olhos estão pegando fogo. Esse era o modo de como eu lembrava de nós.
Juntos, nós éramos como o fogo em si, cheio de chamas e que cada vez mais queimava meu corpo por dentro.

Respirei fundo antes de novamente desviar meu olhar para o dele, ele estava la sustentando seu olhar no meu.

Eu amava isso.

— Eu quero muito mais, só que não aqui é nem agora. Esse não é o momento certo Emma. Mas eu prometo que posso te reconquistar e te provar meu amor por você.

Eu queria dizer que tudo bem, para que esperar? Porém fiquei calada, não queria que tudo fosse em vão.

Ele passou a mão, afagando minha bochecha, que eu sabia estar vermelha. Logo seu polegar passou levemente no meu lábio inferior, fazendo minha boca se entre abrir.

— Caralho, como eu senti sua falta. Senti muito Emmanuela. Não teve um dia que não lembrei de você. Que merda você me tira sono, me deixa louco só de pensar. Eu não quero mais te ver com outra pessoa. Quero ter exclusividade, sabe por que? Porque eu sou egoísta. Você me faz ser egoísta, você traz isso a tona.

Instagram: shaiane_limad

QB2- Recomeço Onde as histórias ganham vida. Descobre agora