|1|

892 65 34
                                                  

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.


 01.

                                                                           Arya Reed

- Querida, seus amigos já chegaram - Avisou tia Arabela - Tome bastante cuidado lá - Disse me abraçando.

- Sim, senhora - Sorri.

Fomos o caminho, conversando sobre a minha vida em Phoenix e como eles se tornaram amigos, realmente era uma história um tanto quanto engraçada. Me encontrava completamente encantada com a beleza de Volterra, tiramos diversas fotos. Enquanto eles decidiram entrar em mais uma loja, eu fiquei andando pelas ruas de Volterra até chegar ao enorme castelo e foi exatamente ali, em frente aos portões do grande castelo que tudo começou.

Ele é bem mais alto que eu, trajava vestes pretas e elegantes, deveria ser segurança do castelo. Sério e ereto em frente ao portão, sua expressão era sombria e chegava assustar qualquer um que olhasse para ele. Ele deve ter percebido que estava sendo observado por que olhou diretamente para mim e pronto, meu coração acelerou como nunca, não sei quanto tempo ficamos encarando um ao outro, mas era como se estivesse somente nós dois ali, bom era, até Rose chegar me assustando.

- Ele é bonito mesmo - Disse Rose me assustando.

- Meu Deus, Você me assustou - Falei com a mão no peito - Bonito é pouco, ele é maravilhoso.

- Mas nunca irá olhar para garotas como nós - Disse Ana.

- Aquele castelo é algum tipo de museu? - Perguntei.

- Segundo o nosso bonitão, ali funciona a prefeitura de Volterra - Falou Luísa.

- Se vocês já se cansaram de babar por ele, vamos embora - Falou Tobias voltando para o carro.

- Estou sentindo um cheirinho de inveja - Ana cantarolou.

Antes de seguir as meninas até o carro, virei para atrás e mais uma vez meu olhar se encontrou com o dele, seu olhar era frio sexy, parecia querer me devorar, era impossível meu coração não acelerar com aquele olhar, aquela postura e principalmente aquela beleza.

- Arya, temos que ir - Gritou Daniel me fazendo sair do transe e ir para o carro.

Quando cheguei em casa, minha adorável tia me fez diversas perguntas, enquanto comíamos pizza. Após responder todas as suas perguntas, fui direto tomar um banho quente e depois ligar para minha mãe que sem pensar, deixou claro que as coisas entre ela e o papai não melhoraram e sim pioraram.

[...]

Meu final de semana se resumiu em ficar o dia inteiro na netflix comendo besteira, enquanto minha tia estava no hospital, isso quando ela não passava completamente a tarde inteira em uma videoconferência com Carlisle, médico da Forks Hospital.

E finalmente chegou segunda-feira, eu não estava nem um pouco no clima de ir para escola mas era melhor do que ficar em casa fazendo nada. E para melhorar meu ânimo, a primeira aula seria biologia, sinceramente não irei sobreviver nenhum minuto aqui.

Enquanto o professor explicava a matéria, eu não parava de pensar naquele homem de Volterra, não conseguia tirar ele da minha cabeça, tudo nele me intrigava, queria vê-lo outro vez.

- Se continuar viajando, ele vai te mandar para diretoria - Fala Daniel, chamando minha atenção.

- Desculpa - Pedi envergonhada.

Eu preciso voltar lá.

[...]

Enquanto minha tia achava que eu estava na escola, eu estava a caminho de Volterra, será rapidinho, ela não vai nem perceber. Assim que cheguei, segui em direção ao castelo, antes tivesse ficado na escola, eu nem sei o que falar para ele.

- O..Oi - Merda, não era para gaguejar.

- Olá senhorita - Deu um sorrisinho malicioso.

- Trabalha aqui? - Perguntei envergonhada

- Sim, sou segurança - Disse ainda com seu sorrisinho malicioso - Vejo que não é daqui, senhorita.

- Phoenix, mas agora moro com minha tia em Rosalita.

- Phoenix, o que fez você vir morar em Rosalita.

- Problemas Familiares.

- Entendo. Bom, aqui funciona a prefeitura de Volterra - Disse olhando diretamente em meus olhos.

- É um belo lugar - Olhei para o castelo - Para uma simples prefeitura.

- Se quiser, posso te levar para um passeio - Sorriu - Tenho certeza que vai amar conhecer, por dentro.

- Não Obrigada - Sorri sem graça - Eu tenho que voltar daqui a pouco.

- Entendo, qual o seu nome?

- Arya Reed e o seu?

- É um belo nome, Demetri - Sorriu.

Uma lufada de vento passou pela porta, fazendo com que algumas mechas do meu cabelo voassem em meu rosto, Demetri, tinha uma expressão séria como da primeira vez, com uma postura mais rígida, se afastou de mim.

- Bom, já esta tarde, tenho que voltar - Sorri sem graça - Foi um prazer te conhecer.

- Igualmente - Voltou com seu sorriso malicioso - Volte mais vezes Arya, ficarei muito feliz.

La Tua Cantante ▶Demetri VolturiOnde as histórias ganham vida. Descobre agora