ERRAR

3 0 0

Errar é humano, mas permanecer no erro é defeito, amar é humano não amar também é um erro.

Errar é humano, mas permanecer no erro também é um erro, fazer o mal é errado e não fazer o bem é negligencia-lo.

Errar é concebível, mas permanecer no erro é inconcebível, ajudar é preciso e não ajudar é inadmissível.

Errar faz parte, mas permanecer no erro deve ser um descarte, perder também faz parte e quando se perde, nem sempre é possível o resgate.

Errar é compreensível, já permanecer no erro é falível, errar pode ser ingenuidade, mas permanecer no erro é falta de racionalidade.

POESIAS DEVANEIOS✓[Concluído!]Onde as histórias ganham vida. Descobre agora