ENTRE A CRUZ E A ESPADA

171 6 0
                                    


Oi amor, preciso contar um sonho que tive, acordei com o coração apertado e com lágrimas nos olhos. - Demi


Nossa, me conta logo! Foi um pesadelo? - Camila


De certa forma sim, sonhei que finalmente te encontrava, mas você estava fria, mal falava comigo, mal olhava em meus olhos. Me senti tão mal naquele momento, te encontrar sempre foi um sonho e de repente você ali na minha frente do jeitinho que eu imaginava e você me tratando totalmente "seca". - Demi


Calma, foi só um pesadelo. Não fica pensando nisso. Deve ser a ansiedade, também penso muito em como vai ser quando acontecer. - Camila



Confesso que fui dormir com o meu coração apertado em pensar que eu pudesse magoar a Demi. Não era justo com ela eu mentir sobre a vinda da Lauren. Mas por outro lado eu tinha medo de perdê-la, medo dela sumir da minha vida. Eu sempre fui loucamente apaixonada pela Lauren, mas a Demi chegou em um momento que eu mais precisava, conseguiu acalmar meu coração que tanto sangrava. Teve toda a paciência do mundo comigo, enquanto eu desabafava, soube me entender quando eu não estava bem e não queria conversar. Era totalmente injusto com ela o que eu estava fazendo. Tudo o que ela merecia era a verdade nessa história.


....


Eu comecei a pensar o que eu inventaria para a minha mãe pra ficar tantos dias longe de casa. Ela sempre foi muito protetora, não deixava eu dormir na casa de primos, muito menos de amigos. E apesar de já ser "dona do meu nariz" eu morava com ela, então ela ainda ditava as regras.

Seria duas semanas que a Lauren ficaria aqui. Duas semanas para inventar uma desculpa para não dormir em casa, duas semanas ausente da vida da Demi, eu estava em uma mistura de euforia e medo.

De repente me veio uma ideia para resolver um dos problemas: Resolvi criar um e-mail com o nome da universidade e enviar para mim mesma falando sobre um curso gratuito de língua estrangeira que aconteceria na própria universidade onde eu fazia meu curso com duração de duas semanas em período integral. Mostrei pra minha mãe, disse que seria uma ótima oportunidade, mas que eu teria que ficar na casa de uma amiga, já que era em outra cidade e ficaria o dia inteiro lá. Minha mãe não gostou nenhum um pouco da ideia, mas de tanto eu insistir e dizer que seria bom para o meu futuro, mesmo contra a vontade ela deixou.

Já havia conseguido resolver um dos problemas, mas faltava ainda saber o que eu falaria para a Demi.


.....


Os meses estavam passando, eu falava bem pouco com a Lauren, mas sempre me deixava com a certeza que iria mesmo vim me ver.

Já a Demi, parecia sentir o que estava prestes a acontecer, ela que sempre gostou muito de falar, que sempre estava com o humor lá em cima, ultimamente estava com o olhar triste, pouco falava e quando eu perguntava o que estava acontecendo ela me dizia que estava sentindo uma sensação ruim. Mas que me amava e que faria de tudo para que nosso relacionamento desse certo.

Me angustiava demais enganá-la, eu estava "entre a cruz e a espada", não queria perder a Demi, mas também não queria deixar de conhecer a Lauren.




Como será que a Camila vai resolver essa situação?

Será que ela vai ter coragem de contar para a Demi sobre a vinda da Lauren?

Será que a Lauren vai mesmo ir vê-la?

Veremos o que vai acontecer no próximo capítulo, garanto que vai estar imperdível!!

SEPARADAS PELA DISTANCIA, MAS UNIDAS PELO AMOROnde as histórias ganham vida. Descobre agora