Aula de esgrima

24 6 0


- Um, dois, três... en garde!

A menina me ataca com sua espada com um movimento rápido, mas revido com a mesma rapidez.

- Mais rapidez, Louise! Cuidado com o movimento dos pés.

- Mas, Rob...

- Direita, esquerda, direita, esquerda. Um, deux, trois... En garde! 

Treinamos com mais rapidez. Ela vai melhorando.

Depois, se cansa.

Paramos um pouco e conversamos:

- Por que está me ensinando esgrima, signore Hanôver? Pelo que sei, VOCÊ deverá lutar; eu planejarei a revolta. 

Rio.

- Seu sotaque está aparecendo... é tão fofo!- Toco a ponta do nariz dela, em um gesto afetuoso. Ela cora. 

- Então? Me revelará o motivo dessas aulas de esgrima? 

- Claro...

- E...?

- Quero que você lute ao meu lado. Liberte meu pai. Cuidarei de Seabury.

- O QUÊ?!

- Isso mesmo, moça. 

- M-mas e-eu... 

- Shh.... você se sairá bem, querida. É inteligente. 

- Mas você é o lutador aqui, Rob! Eu não sei quase nada de luta!

- Quem é a deusa das estratégias de batalha?

- Atena...  também era a deusa da sabedoria, para os antigos gregos. 

- E...?

- Só isso...- ela dá de ombros. 

- Ela lutava. Não só planejava, mas lutava. 

Seus olhos castanhos se arregalam. Sorrio e seguro as mãos dela.

- Não são só os homens que lutam, Louise. Veja Joana D'Arc, por exemplo. Não só lutou, liderou. Se ela pôde fazer isso, você também pode. Confie em mim.

- Ah, Rob...- ela se aninha em meus braços. A beijo na testa carinhosamente.

- Você consegue, minha linda Louise. Louise D'Arc...

Ela me dá um selinho. 

- Apenas me prometa uma coisa...

- Qualquer uma.

- Fique vivo, Rob. 

- Ficarei...

Acabamos dormindo aninhados, até o amanhecer.

The King's sonLeia esta história GRATUITAMENTE!