Algumas semanas mais tarde

53 5 0


Meu cavalo se arrasta até Hampton Court. De longe, consigo ouvir os empregados sendo treinados por Styles (Sim, ele já teve experiência militar além de ter sido um espião das colônias). Suspiro e encaro o céu inglês. O palácio de Buckingham está longe de Hampton Court. Meu pai está no palácio de Buckingham, então eu estou longe dele. 

Mas não importa; Seabury tem de ser tirado do poder, portanto sacrifícios terão de ser feitos. Chego mais perto de Hampton Court e deixo meu cavalo nas mãos de David, antes de entrar e correr até a sala de minha estrategista favorita, Louise Frugoli.

Ela analisa alguns mapas quando estou entrando na sala iluminada pelo sol a passos leves, sorrateiro como um gato. A abraço por trás e digo:

- Lutará ao meu lado, mrs. Frugoli?

- Rob!- Ela ri.- Estou analisando esses mapas! Podemos namorar depois!

Rio.

- Somos namorados?

- Sim.

- Desde quando?

- Desde aquele beijo...

Beijo a testa dela. Styles bate na porta.

- Robin? Senhora?

- Entre, Styles.

Ele entra.

- Senhor,  Percival quer falar com o senhor.

- Claro... com licença...

Saio da sala de Louise e viro à esquerda.

Sinto uma mão agarrar meu braço.

- Soube que a srta. Louise Jay Frugoli irá lutar na revolta. O que significa isso? Já temos de aguentar essa menina planejando estratégias e agora ISSO?! Não! ISSO eu não admito! 

 - Quanto mais ajuda melhor...

Ele me dá um tapa, vermelho de raiva.

- MULHERES. NÃO. LUTAM!!!!

- Não é bem assim....

- ME DÊ UM MÍSERO EXEMPLO DE UMA VADIA QUE LUTOU!

- Joana D'Arc. 

- Francesa e bruxa. Morreu na fogueira. 

- Mas ela lutou, seu idiota! Sabe o que eu acho, Percival? 

- O quê, príncipe de Gales?- Ele fala o meu título com sarcasmo, e o motivo do sarcasmo é óbvio; eu já não o possuo.

- Acho que você não é digno dessa revolta ou de tirar Seabury do poder! Volte para o palácio de Buckingham e mostre de que lado você está!

- Ótimo, rapazote! Eu já estava de saída!- Ele gira os calcanhares e, com um meneio de cabeça, joga o cabelo castanho em um pequeno rabo de cavalo na minha cara.

- ADEUS, SONHADOR!

A porta maciça de Hampton Court bate. Ouço ele montar em um cavalo e sair desse lugar...

Acredito que ninguém mais precise dele.





The King's sonLeia esta história GRATUITAMENTE!