Dias animados.

3.7K 149 9

Muitos dias se passaram desde o aniversário de Luiza, e o de Vanni chegou. Ela falava do tal dia a mais de um mês.

Ela e o namorado tinham terminado a alguns dias, então sua mãe quis anima-la, e levou ela e sua familia para uma viajem.

Não foi uma viajem muito longa, quer dizer, em três dias ela ja estava devolta.

Contou tudo para mim e Luiza, incluindo os detalhes do garoto que ela conheceu la.

Dia 14 de setembro ela chamou alguns amigos para ir até o apartamento dela comemorar seu dia. Sua mãe comprou um bolo e salgados. Amanda estava ocupada, ela não poderia ir, então liguei para o meu amigo, porque o carro estava concertando, e eu precisava de carona.

Fui até a casa dele, e sua mãe nos levou. Chegando la, dei os parabéns para Vanni e fiquei conversando com meus amigos.

A noite passou rápido, e quando deu 00:00 todos já estavam cansados e com partes do corpo doloridas.

Berando as 02:00 a mãe do meu amigo chegou e me levou pra casa. Cheguei, tomei banho, coloquei meu pijama e deitei.

Demorou uns minutos para eu conseguir me acalmar e dormir, e enquando estava acordada, fiquei conversando com Amanda no celular.

Apesar de eu estar morrendo de sono, ficar ouvindo sua respiração no celular era melhor que dormir, eu não poderia estar mais feliz naquele momento.

Ter comemorado o aniversário de Vanni anoite, e passar boa parte da madrugada ouvindo Amanda contar como foi seu dia foi ótimo.

Quando deram 05:30 da madrugada minha mãe já estava de pé, e eu ainda estava conversando com Amanda no celular. Ela entrou no meu quarto e disse que iria trabalhar, me desejou bom dia, e eu desejei a ela bom trabalho.

Eram 06:00 quando dei bom dia pra Amanda e desliguei, precisava dormir e tinha pouco tempo, então virei de lado, e em menos de 10 minutos já estava desmaiada.

Acordei 12:00, era sabado, então liguei pra Amanda e desejei bom dia novamente, ela ainda estava com voz de sono, provavelmente tinha acabado de acordar também. Perguntei se ela faria algo naquele dia, e quando ela respondeu que não chamei ela pra ir em um churrasco na casa do meu primo.

Quando deu 14:00 ela estava em casa, o churrasco seria anoite, então teriamos muito tempo para passear antes de nos arrumar.

Fomos até o parque e ficamos andando de mãos dadas em volta. Ela estava linda naquele short jeans, aquela blusa branca solta e seus lindos cachos feitos a mão caidos sobre seus seios.

Eu estava com um vestido, pra variar, e uma sapatilha igual a dela, só que lilás.

Ficamos até as 17:00 no parque, então fomos pra casa e nos arrumamos para o churrasco.

Deram 18:30 e fomos pra casa do meu primo, chegando la, demos oi para todos e sentamos com meu primo e seus amigos.

A festa passou rapido também, então fomos pra minha casa, dormimos bem rapido, até porque, nós duas estavamos muito cansadas para ficar conversando a noite toda e dormirmos muito tarde.

Uma adolescente diferenteLeia esta história GRATUITAMENTE!