Capítulo 40

6.9K 836 232

Música do capítulo: One more try, George Michael
Sugiro que ouça a música durante a leitura do capítulo

  ❤️❤️Lua de mel perfeita... ou quase ❤️❤️
🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥

Sem revisão

Norah

O lugar era belíssimo, parecia um sonho, estou em uma varanda contemplando o lindo pôr do sol. Depois da recepção do casamento, Enrico e eu seguimos para Toscana em uma das propriedades da família Falcon. A casa era uma construção branca, não muito grande, porém aconchegante. Por toda a volta, jardins ornamentavam o ambiente. Suspirei fundo e fechei os olhos, a quase 24 horas sou a esposa dele, sinto um frio no estômago, o peso desse título caiu em um baque sobre minha cabeça, o medo, ansiedade, desejo, felicidade, amor, todos esses sentimentos juntos, borbulhavam dentro de mim em uma ebulição que a qualquer momento poderia sair em uma explosão como a de um vulcão em erupção.

Perdida em minhas concepções confrontantes, não percebi a chegada dele, apenas senti seus braços fortes estreitando-se em minha cintura. Sua respiração morna de encontro aos meus cabelos, fizeram meu corpo imediatamente o reconhecê-lo. Naquele momento, todos os meus temores, evaporaram-se, a ebulição de sentimentos conflitantes se tornaram apenas o fervor de desejo e luxúria por aquele homem que agora era meu marido. Ouço sua voz grave em meu ouvido

— Vamos entrar amor?
— Sim

Ele segura em minha mão e entramos na suíte que era um verdadeiro ninho de amor, tudo estava decorado para receber os recém casados. Havia uma mesa com um balde onde mergulhado em gelo tinha uma garrafa de champanha. Enrico aproximou-se, pegou-a e serviu em duas taças. Ele voltou-se para mim que estava sentada na cama e me deu uma das taças

— A nossa união para sempre
— A nossa união

Solvi a bebida refrescante e doce, o vinho espumante estava uma delícia. Enrico também bebeu o dele, sempre me olhando através da borda da taça, com seu olhar cheio de malícia. Sei que já transamos muitas vezes, porém aquela noite será diferente, nós vamos transar como marido e mulher e isso está me deixando um pouco nervosa. Antes mesmo de eu terminar a minha bebida, Enrico tirou a taça de minhas mãos e colocou-a junto com a dele na mesa, virando-se para mim, ainda me encarando com seus olhos de águia, levou uma das mãos ao bolso do seu paletó e retirou de lá um objeto que reconheci imediatamente, minha coleira

— Mandei fazer um upgrade na sua coleira, agora ela não tem um fechamento com cadeado, mas magnético onde somente eu poderei desativa-lo. Vire-se para que eu o coloque

Sem protestar, me virei de costas, ele ficou atrás de mim e colocou a coleira no meu pescoço, ouvi o click e a coleira foi lacrada. Um arrepio percorreu todo meu corpo

— Preciso chamá-lo de mestre?
— Não hoje baby, é a nossa lua de mel e quero experimentar seu néctar doce à noite toda, não quero você exausta, dos seus lábios só quero ouvir gemidos e meu nome, Senhora Falcon

Estremeci, ouvi-lo chamar-me pelo meu novo nome me fez sentir um frenesi por dentro. Meu corpo ficou quente, o quero tanto. Sinto que ele começou  a beijar-me, seus beijos são como fogo abrasador, ele beija a curva do meu pescoço enquanto massageia meus seios, ainda estou com o vestido de noiva, então Enrico desabotoa os pequenos botões. Ele
não tem presa, a cada botão que ele desata, deposita um beijo nas costas. Eu fecho os olhos, sentindo todas aquelas sensações maravilhosas que só ele consegue proporcionar.

Sob o Jugo do Mafioso +18 concluído Leia esta história GRATUITAMENTE!