Capítulo 5

1.9K 310 50

* Zatan *

Nunca pensei que em tão pouco tempo uma pessoa poderia mexer tanto com a minha mente, despertando sentimentos em mim que até então eu achava está sob o meu controle

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Nunca pensei que em tão pouco tempo uma pessoa poderia mexer tanto com a minha mente, despertando sentimentos em mim que até então eu achava está sob o meu controle. Porém, essa humana de língua afiada e jeito ousada vem me deixando desnorteado e eu como Rei não posso me deixar levar pelas minhas vontades, e sim pelo que é melhor para o meu povo. No entanto, esqueci disso no segundo em que a vi sob o domínio de Zor.

Naquele momento percebe que o meu interesse pela humana havia ultrapassado a banheira segura, e ficou muito pior ao ela me atacar daquela forma tão íntima e única da qual eu jamais havia experimentado antes. Provar dos seus lábios me fez sentir pela primeira vez completo. Foi como se ela tivesse tudo que me faltava... é difícil explicar e quando nos afastamos lá estava aquele vazio, isso me irritou muito, pois odiei provar de algo que talvez não pudesse vir a ser realmente meu. Eu á quero de todas às formas, desejo desvenda-la e conhecer tudo que ela ainda me esconde. Mas eu sei que preciso ter calma e apenas torcer para que sejamos realmente compatíveis e só então a farei minha rainha e mãe dos meus filhotes. Porém, percebe que corro o risco de ter que disputa-la se caso outro macho for compatível, e Kenan parece bem interessado nela. Confesso que quando a vi tão próxima dele me subiu uma irá tão grande por imagina-la compartilhando seus doces lábios com ele também, eu espero que não.

E nesse pouco tempo percebe que ela não respeita hierarquia. Seu jeito de agir é completamente despreocupado com às consequências que pode vir a ter com suas ações, se eu levasse tudo ao pé da letra com certeza á castigaria a cada minuto por conta da sua língua afiada, mas eu não me imagino um segundo se quer a machucando. Apenas estou aprendendo a lidar melhor com seu jeito confuso de agir.

Acabei de me surpreender com ela se levantando afoita e vindo na direção da mesa onde está eu, Kenan e os outros. Ela se dirige a Kenan e eu percebo que ela não está bem, mas sim tendo uma crise alérgica muito grave.
Tomo a frente dele e pego ela nos meus braços, preciso levá-la ao médico o mais rápido possível.

- Hei! Tenta ficar a acordada, Liliat! Olha para mim!- Me encarando com olhos arregalados ela puxa o ar com dificuldade. Saio praticamente correndo do refeitório.

-N. Não....N.Não me deixa morrer...- Às palavras custam a sair dos seus lábios. Tento tranquiliza encostando minha testa na sua e logo entro na sala de emergência colocando ela sobre a maca, vejo seus olhos revirar me deixando desesperado.

- O que houve, soberano!?- Encaro Lerk que se aproxima rápido. Ele cuida da minha família a anos e sempre viaja comigo, pois não confio em mais ninguém.

- Faz alguma coisa, Lerk! Não deixa ela morrer!- Grito enquanto seguro ela que se debate, ele a analisa e saí de perto dela pegando algo em uma gaveta e vêm correndo. Vejo-o aplicar algo no pescoço dela e no mesmo instante ela parar de se debater.

O Supremo Alien-  *Série - Amores Aliens. Livro 1*Onde as histórias ganham vida. Descobre agora