Capítulo 39 (1/2)

1K 39 0
                                    

Thomas Hernandez

—Está pronta?-Perguntei entrando no banheiro onde Mel acabava de se arrumar.

—Sim. Vamos.—Sorriu e veio até mim me beijando.

Marcamos de fazer um almoço na nova casa dos pais da Mel. Apenas para inaugurar.

Melissa passou na minha frente e foi até o closet, voltando rapidamente.

—Vou levar outra roupa. Talvez nós já fazemos algumas fotos para postar nas redes socias, Sr. famosinho.-Ironizou e eu dei risada. Não tem jeito com ela.

—Sim. Agora podemos dizer para todo mundo. Mas primeiro iremos falar para nossos amigos, ou só vamos jogar lá?

Seria legal só jogar lá e eles descobrirem por uma publicação de Instagram.

—Vamos avisar no grupo de WhatsApp que iremos fazer um post. Quem for mais rápido.-Deu de ombros e sorriu pegando o celular sobre a cama.

Coloquei minha mão na base das suas costas e sai do quarto a guiando.

—Temos que falar com a Sra. Grace.

Digo e ela concorda.

—Ela é como nossa segunda mãe nessa casa.

—Sim. Quando estivermos voltando da casa dos seus pais podemos passar na casa dela. Com toda certeza ela irá fazer algo gostoso para comermos.

Melissa deu uma gargalhada e bateu de leve no meu braço.

—Você só pensa em comer, menino.

Sorri e saímos de casa, indo para a garagem.

Os pais da Mel estão morando a 15 minutos da nossa casa. É em um condomínio próximo ao prédio que moramos.

Poderíamos ir caminhando? Poderíamos.

Mas com certeza Melissa vai comer muito e depois não aguentará nem caminhar de volta pra casa.

Que ela não escute isso.

Liguei o rádio e Perfect começou a tocar.

—Saudades One Direction.

Fingiu enxugar uma lágrima e eu dei risada do teatro.

—But if you like causing trouble up in hotel rooms
And if you like having secret little rendezvous
If you like to do the things you know that we shouldn't do
Baby, I'm perfect
Baby, I'm perfect for you

Cantou em plenos pulmões e eu sorri.

Ela é incrível. Suas ações são incríveis.

Por mais simples que boba que sejam. Eu amo.

—Devo admitir que tem umas musicas que são boas mesmo.

—Tem umas? Thomas todas as músicas são boas. E não se fala mais nisso.

—Okay.-Dei uma risada alta e ela me olhou brava. Linda.

O Futuro Onde as histórias ganham vida. Descobre agora