Capítulo 41 (Dia 9)

1.9K 276 630

Setor 3 | 15 ºC
Contagem regressiva: 10 dias

Como o tempo estava um pouco melhor e a estrada parecia segura, Lucas e Armon finalmente deixaram Matt e Vitor levarem o carro.

Estou no banco de trás entre Armon e Nathan. Lucas, Mere e Kyle estão no banco do meio.

Após alguns quilômetros em silêncio, Mere se vira para nós e encara o rapaz calado ao meu lado.

— Qual é a sua história? — ela pergunta sem rodeio pra Armon, parecendo decidida a desvendar esse mistério.

— Você realmente quer saber? — Armon devolve. Embora a pergunta não pareça tê-lo afetado, ele dá a entender que a resposta irá fazer isso conosco.

— Se você quiser contar — ela responde. Eu também queria saber, mas nunca perguntaria diretamente, ainda mais depois do que ele falou quando o Vitor perguntou pela esposa dele. Mas Mere não estava por perto, ela não ouviu. Troco um olhar silencioso com o Lucas que parece um pouco mais desconfortável que o Armon. — Por que você é um Resistente?

— Eu não era até há pouco tempo — começa. — Eu não me importava com o Sistema ou com a Resistência, sempre vivi a minha vida sem grandes questionamentos e era feliz assim.

— O que mudou isso? — Mere insiste. Ela prende os cabelos loiros em um coque alto enquanto espera a resposta. Matt a observa pelo retrovisor central.

— Eu me apaixonei pela minha melhor amiga, nós vivemos juntos no mesmo orfanato a vida toda — ele suspira e sinto que a voz dele ficar um pouco embargada. Depois de alguns segundos, continua. — Quando ela fez dezoito anos, nós casamos.

— E você queria curá-la? — Mere rebate enquanto penso como, com exceção do orfanato, a história dele parece com a minha e a do Lucas. Sinto um aperto no peito quando inmagino que poderia ter tido uma vida completamente diferente, que Lucas e eu poderíamos estar juntos neste momento, que Gaia poderia não estar em guerra.

— Não, nós nunca pensamos nisso. Não demorou muito para termos uma filha, Alice — ele diz e consigo ver o brilho nos olhos dele neste momento. — Eu achava que a vida estava perfeita, mas quando completou três anos, ela começou a demonstrar resistência ao antídoto.

— Ela morreu? — Kyle pergunta sem qualquer resquício de sensibilidade, mas ao menos está mostrando interesse na conversa e até parece ter ficado triste ao saber disso. Armon não responde, o que confirma que o pior realmente aconteceu.

— E o que aconteceu com a sua esposa? — Quando Armon vira o rosto para a janela e fica em silêncio, percebo que o interrogatório de Mere foi longe demais. — Desculpa, Armon — ela diz com a voz cheia de culpa.

— Não tem problema. Às vezes, ainda é difícil falar sobre isso... — responde depois de algum tempo. — Ela não aguentou a tristeza... — diz por fim. — Uma hora eu tinha minha mulher e minha filha, na outra eu não tinha ninguém.

— Oh! — Mere exclama sem saber o que falar.

Agora eu entendo porque o Armon é tão resignado, e porque o Lucas confia nele. Ele cresceu sem nada e, quando conseguiu construir algo, o vírus tirou dele.

— Sinto muito por ouvir isso — Nate diz.

— Eu nunca conheci minha família, não deixei nada para trás, se é isso que vocês querem saber. Derrubar a Matriz não vai trazê-las de volta, mas curar a população vai evitar que mais pessoas passem pelo que eu passei, pelo que minha esposa passou. — Vejo a aliança no dedo do compromisso, ele não a tirou de lá. — Por isso, eu me tornei um Resistente.

A Resistência | Contra o Tempo (Livro 2)Leia esta história GRATUITAMENTE!