6 - Morte ao Rei

66 17 104

Fora da muralha, em velocidade se aproximava a centena de soldados junto com os trinta ogros vorazes, aproveitando a oportunidade enquanto a ponte levadiça não se erguia a tempo. Malasya era carregada ao ombro de Surro, ainda com a intensa dor de cabeça.

Logo atrás seguia Rami, Kai e outros três homens à cavalos. Todos eram mais velhos que Rami, mas o respeitavam como o líder naquele ataque. E enquanto cavalgavam frenéticos entre as casas simples de Cronus, Kai repetia o objetivo da missão:

- Lembrem-se. Quando entrarmos no castelo, o cômodo real será o primeiro a explorar.

Antes que um deles comentasse, foram interrompidos com o excessivo desespero da população de Cronus. Aquelas ruas tomadas por ogros e homens armados despertam o previsível - pessoas gritando e correndo. O que era suficiente para chamar atenção dos poucos besteiros que estavam a postos na muralha.

Mas já era tarde para que esses, avizassem aos guardas responsáveis pela entrada do castelo. Os gloriosos e excitantes homens fiéis a Morgane já invadiam com destreza atravessando a ponte. Em seguida, os ogros, sedentos por destruição a mando de Malasya.

Aquela noite estava literalmente favorável à Morgane. Sem luz da lua, o reino estava coberto por nuvens pesadas, avisando uma possível tempestade. Tornando toda a atmosfera misteriosa na escuridão, agora barulhenta.

Transmutada, atravessou por essas nuvens escuras bloqueando a visão das dezenas de besteiros sob a muralha. E para o azar deles, que atiravam as primeiras flechas nos ogros, foram supreendidos pelo dragão. O grotesco lagarto alado surgia planando; soprando seu ar quente nos guardiões.

A invasão ao castelo ocorreu saciavelmente fácil. O exército de Cronus, por mais grandioso que fosse, boa parte estavam despreparados para a investida dos homens de Morgane e os temíveis monstros verdes.

No salão, a cerimônia seguia com Luke discursando sobre o valor do casamento e o amor que sentia por Lyga. Ela e a família real permaneciam no altar, desta vez, sentados aos cinco tronos enquanto o príncipe primogênito ficava de pé com uma taça dourada na mão.

***

- Ouço barulho. - afirmou Balter, atento.

- É agora. - responde Manna no mesmo tom.

Nesse instante, ambos observam um guarda desesperado entrando pela entrada leste do luxuoso salão. Narcio também via o infeliz noticiando alguma possível desgraça para Niel, o comandante do exército, de pé perto do altar.

E o velho experiente comandante sobe aos dois degraus cauteloso, avisando algo no ouvido do rei. Já não havia mais tempo de Martir Cronus anunciar o que estava por vim.

Pelo acesso principal, onde os portões permaneciam abertos, enfim o terror inicia naquele lugar. Eram quase cem homens entrando juntos com os monstros esverdiados; em uma zombaria demonstrando força e coragem. Assim como os convidados que gritavam, corriam, alguns se defendiam sem saber o que estava acontecendo.

Garti e outros guardas pessoais, por impulso obrigatório, correram ao altar para proteger a família real. E com as saídas fáceis em perigo, o protocolo seria o uso da entrada secreta. Na parede atrás do altar, através de uma cortina detalhada à ouro, se encontrava uma simples porta.

Tudo acontecia repentinamente, muitos não tinham tempo para pensar duas vezes; o que não era o caso de Donovan, que de súbito surgia atrás de Narcio, o assustando, mesmo que sem querer. E o mesmo frasco que mostrara antes da cerimônia, Donovan agora obrigava o príncipe a segurar o objeto. Apalpando suas mãos nas dele avisando com curtas palaras firmes:

- Aproveite o caos.

Após o dito com um sorriso horrível, o mão direita se distancia correndo para o interior do castelo. Talvez salvando a si mesmo, pensou Narcio. Ele observa o objeto trêmulo, depois levando os olhos até Lyga, que parecia se despedir de Luke, já que ele ficaria no salão denfendendo como um justo soldado. Agora, com clareza, o jovem presumou o que Donovan desejava - o veneno em suas mãos poderia eliminar, aquela que eles acreditavam ser uma usurpadora do trono de Cronus.

A Ordem de CronusLeia esta história GRATUITAMENTE!