Eram mais ou menos, 10 horas da manhã , quando uns raios de sol, começaram a bater na minha cara, estava cheia de sono, porque na noite passada mal consegui pregar olho, por causa da partida do André. 

Tentei ignorar ao máximo o que me impedia de continuar o meu rico sono, mas foi sem sucesso. Começaram a puxar os meus cobertos para baixo e ouvi uma voz familiar a dizer "Dorminhoca toca a acordar! Está um dia lindo lá fora!" , quase que podia apostar que era a Joana e quando acabou de dizer aquela frase sorrio.

- Deixa-me dormir- disse com tapando a minha cara com a almofada.

Jo- Alexandra Coelho importas-te de acordar a bem, ou é preciso ser a mau? - disse com um ar autoritário.

Com muito esforço abri os olhos.

-Mas afinal o que é que tu queres miúda? Não tens cama? Deixa-me dormir! Ah e antes de saires fecha a minha perciana e a porta. - disse puxando os cobertores para cima e fechando novamente os olhos.

Jo- Ok , se não é a bem vai ser a mal... - disse saindo do quarto.

##PASSADO 10 MINUTOS##

Estava eu a TENTAR outra vez dormir, quando ouço a porta do meu quarto a abrir-se , fiquei quieta e derrepente...

- Oh minha grande...

Jo- Eu disse que não fosse a bem ias acordar a mal! - disse deitando-me a lingua de fora.

EU NÃO ME ACREDITO QUE A V.... ESTÚPIDA DA MINHA IRMÃ TINHA ACABADO DE ME VIRAR UMA BACIA DE AGUÁ EM CIMA!!! APARTIR DESTE MOMENTO ELA PODE-SE DECLARAR UMA RAPARIGA MORTA!

-Já acordei estás feliz? - disse num tom irónico

Jo- Muito! Agora anda vamos tomar banho para ires á fisioterapia...

- Merda! Tinha-me esquecido que hoje tinha fisioterapia...

Jo-Eu sei, tu costumas de te esquecer daquilo que não te convém!

- Ah Ah Ah 

#########################

Enfermeira- Olá menina Alexandra! Dormiu bem?

- Não muito bem , a minha querida irmã fez o favor de não me deixar dormir.- neste momento parecia uma criança a fazer queixinhas.

Enfermeira- Então menina Joana que se passou?

Jo- Se eu não a acordasse, nem estariamos agora aqui.

Enfermeira- Ah então o motivo foi bom. Vá menina Alexandra , pense no lado positivo, se você se esforçar a unica e exclusiva recompensa é para você! - disse mostrando os seus dentes brancos.

Jo- Sabe Srª Enfermeira só ela é que não percebe isso!

Enfermeira- Bem eu sei que não tenho nada haver com isto, mas aquele rapaz que esteve aqui no outro dia... é seu namorado Menina Alexandra?

- Quê?? - disse corada - Ele não é nada a mim muito menos namorado!

Jo- Mas faziam um belo casal não faziam Srª Enfermeira?

Enfermeira- Ai se não faziam- disse sorrindo- Mas desculpe lá a pergunta não queria que ficasse ofendida ou algo do género, não foi de todo a minha intenção...

-Bem, mas nós vamos estar aqui a dar a língua ou vamos fazer aquilo que temos de fazer?! É que se você para isto eu nem me tinha levantado da cama! - disse tentando mudar de assunto.

Enfermeira- Tem toda a razão, e mais uma vez peço desculpa! 

-Não faz mal, vamos acabar com isto o mais rapidamente possível...

**Mágoas e Memórias**Leia esta história GRATUITAMENTE!