Capítulo 5 (Parte II) - Taddeo

2.8K 503 49

VOCÊS NÃO SABEM O PRAZER QUE É ESTAR DE VOLTA!!!!! :)

Eu disse que voltaria não? Nem acredito! Estou tãooooo feliz! Obrigada pela paciência e apoio. Não sei o que seria de mim sem vocês!!!!

Depois de meses sem conseguir vir aqui e escrever o livro, tenho prazer de dizer que estou voltando! Agora nada de pausas, vamos seguir em frente e ter esse lindo casal toda semana com a gente! 

 Outra vez quero pedir desculpas, mas quem me acompanha sabe que toda vez que me ausentei, deixei claro aqui que ninguém mais do que eu odeia esse fato. Estou toda atrasada e detesto isso. Mais uma vez repito: Escrever não é brincadeira para mim. Eu vivo dos livros há 4 anos. É o meu trabalho. Mas bola para frente! 

Iria postar ontem, mas tive um problema com o capítulo e o reescrevi pq perdi (avisei no face, me acompanha lá) e acabei não conseguindo tempo de postar... Enfim! Importa que cheguei!rs 

Sem datas para publicação na Amazon, mas espero que seja breve. 

Então, finalmente vamos matar as saudades? Deliciem-se com nosso Futuro Duque!

^^

ps.: Quero muitos comentários para saber o que vocês acham e mostrarem o quanto estão felizes pela chegada dele. Vai que vem mais em breve?
ps.2: Nunca mais avisei isso, mas meu wattpad raramente consegue responder algum comentário, mas isso não me impede de me deliciar com o que vocês escrevem aqui. Leio tudo! <3

................................................

Uma máscara cravejada de diamantes encobriam o rosto cor de porcelana de Eva, que ornava perfeitamente com o vestido de seda vermelho de grife italiana que eu comprara para ela usar aquela noite. Uma preta de cetim recobria o meu, que vestia um smoking da mesma cor, no momento em que atravessamos a porta da frente do castelo de Bellini para o aniversário do Rei, na semana seguinte ao nosso casamento.

A decoração suntuosa na cor branca e dourada davam mais sofisticação e luxo ao grande salão de festas da residência real, como acontecia a cada novo evento. E por mais festivo que o clima estivesse, não podia negar meu nervosismo. Essa estava longe de ser a primeira vez que eu participava de uma festa da Família Real, mas seria a primeira que faria como um homem casado.

Ainda era tudo novo e estranho para mim...

Como se não bastasse o nervosismo por aparecer diante a sociedade com meu novo estado civil, por algum motivo também fora aquela ocasião que escolhi para que minha família descobrisse. O que passei a achar ter sido um erro no exato instante que pus meus pés no castelo.

Onde estava com a cabeça por acreditar que em público seria mais fácil?

Fui tolo. Idiota...

Ainda que soubesse que eles não esboçariam uma reação fora da etiqueta perante as outras pessoas, ainda dever-lhes-ia satisfação quando ficássemos a sós. Engoli em seco quando percebi que era tarde, não poderia voltar atrás, afinal, nossa chegada fora imediatamente notada, pois assim que adentramos ao grande salão de festas, todos os olhos pareciam estar sob nós. E aqueles que não nos notaram até aquele momento, fizeram assim que o porta-voz da festa nos anunciou:

―O Lord Taddeo Caravaggio e sua esposa, Eva Carrara Caravaggio.

Porra! Por que mesmo eu tivera aquela ideia de anunciar aquilo diante de toda nobreza campaviana, sem um aviso prévio nem mesmo para minha família? Estava fodido!

Quando me vi sem saber como agir, Eva apertou meu braço, como se me incentivasse a continuar e de alguma forma aquilo me ajudara a prosseguir. Um tanto perdido, com o coração aos pulos, me vi acenar de forma automática para aqueles que encontramos no meio do caminho e permaneciam chocados enquanto nos viam passar.

Uma Mentira Quase Nobre - Completo até 08/11Onde as histórias ganham vida. Descobre agora