Tirado da liderança

71 9 84

- Thomas Patterson é um espião. 

Essa notícia corre pelo acampamento. Assim que ouço isso, sou convocado para uma conversa com Washington. Mesmo que meus amigos tentem me acalmar com elogios e otimismo, não estou convencido de nada disso.

- Ora, vamos, Robin! Ele certamente dirá que você fez um excelente trabalho como líder! Relaxe- Fala Alexander, dando tapinhas nas minhas costas.

- Relaxe, mon ami! Você fez um bom trabalho! - Lafayette tenta me acalmar.

- É. Até eu tenho de admitir; você faz um bom trabalho como líder, Churchezinho. Parabéns.- fala Laurens. Ele parece menos emburrado. 

- Será? 

- Com certeza! Agora pare com esse nervosismo e relaxe! Seja o líder corajoso que sempre foi. - Alexander fala novamente.

- Adeus, pessoal. Até mais tarde.

***

- Queria falar comigo, senhor?- Pergunto, assim que entro na tenda. Estou suando. Muito. O general Washington gira os calcanhares e me encara. Tremo discretamente.

- Como já deve saber, o senhor Thomas Patterson é um espião.- Diz ele, seriamente.

- Sim, senhor.

- Ele estava no seu regimento.

- Sim.

- E você era amigo dele.

- Sim, mas eu não...

Minha fala é interrompida por um forte soco na mesa do general Washington.

- Você tem um sotaque. Britânico. É um espião, assim como Patterson. Meu rapaz, você não é mais digno da liderança ou do exército continental. Arrume suas coisas e saia. Não é mais bem-vindo aqui. Volte para seu rei George.

Baixo a cabeça e saio da tenda, chorando. Muito. Alexander me encontra.

- O que houve, Robin?

Conto o que houve.

- Calma, Robin. Eu falarei com o general. Ele será mais brando com você.

- Promete?

- Prometo.

Sorrio.





The King's sonLeia esta história GRATUITAMENTE!