16. Playing with fire

17.8K 1.5K 5.2K

Hey, eu dou alguns avisinhos das fics no meu twitter, então pra não ficar  → @ HowUdareJikook 🐤 E não esqueçam de usar a #JungkookBebêDoJimin pra gente conversar sobre INC por lá :) 

OBS:. A ATT TÁ COM 13K DE PALAVRAS (*rindo de nervoso*) 

⭐⭐⭐❗❗❗DEIXA SEU VOTINHO ❗❗❗⭐⭐⭐

— Como você se sentiu durante nosso age play? Algo te incomodou? Me diga tudo, com sinceridade — começou Jimin, durante a tarde do dia seguinte à realização da prática

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

— Como você se sentiu durante nosso age play? Algo te incomodou? Me diga tudo, com sinceridade — começou Jimin, durante a tarde do dia seguinte à realização da prática. — É necessário que eu saiba perfeitamente como você se sentiu em relação ao play inteiro, já que começamos nossa relação agora e, além do mais, você é iniciante nesse mundo. Isso vai me ajudar a saber identificar seus gostos, porque como seu dominante, preciso sempre conhecer o seu comportamento padrão, o que você costuma gostar ou não, além de ir mapeando todo o seu corpo através do tempo, como forma de saber onde poderei tocá-lo para causar prazer ou dor, assim como onde devo evitar chegar perto.


Jungkook, que estava mastigando uma barra de cereal, deitado no chão da sala, com as pernas em cima do sofá, parou de mover a boca, assimilando tudo o que o dominador lhe dissera. Eram muitas informações de uma vez só, teve que piscar algumas vezes pra assimilar. O Jeon aprendia muita coisa com o Park, mesmo que a primeira e única prática D/s que fizeram até então, tenha sido algo não-sexual. E eram sempre informações preciosas, algo que mesmo com toda a pesquisa que Jungkook fazia na internet, não era informado de cara. E o mais irônico, é que informações daquele tipo, pareciam bem óbvias.

Por exemplo, era óbvio que para aquilo funcionar bem, o sub e o Dom precisavam se conhecer direito. Não dava pra ficar perguntando toda hora, se o sub gostaria de ser açoitado com objeto tal, ou qual parte do corpo ele preferia ser tocado. As coisas travariam desse jeito, a sessão não fluiria, eles não entrariam nas personagens direito.

Em meio a uma sessão, por exemplo, um Dom não ficará indagando se o sub já conhece, ou se gosta daquele material X, qual tipo de ponta das tiras do flogger ele quer, ou qualquer coisa do gênero; ele precisa saber de antemão, o que agrada seu submisso. Ao menos numa relação fixa, é claro.

O que era necessário, era que eles se conhecessem mental e fisicamente o suficiente, para que, a partir da noção geral das preferências um do outro, fosse possível utilizar acessórios, realizar carícias ou usar palavras que, de acordo com os gostos gerais, se presume que serão bem aceitas, ficando sempre atento aos sinais do outro, e respeitando a palavra de segurança, popularmente conhecida como 'safeword', quando declarada, pois este é o sinal para que a sessão seja interrompida, quando algo estiver errado.

Então, foi por aquela constatação, que o de cabelos cereja até mesmo parou de mastigar. Jimin era realmente muito experiente e sabia o que estava fazendo, ainda que pela primeira vez, estivesse aceitando domar alguém que não se submetia fácil. E todo o cuidado que o moreno demonstrava, só fazia o avermelhado sentir-se mais dragado pra dentro daquele buraco negro dramático de sensações românticas pelo novo Tamer. Não deveria ser assim. Jeon sabia que não deveria se deixar envolver romanticamente com uma pessoa com quem combinou que seria apenas uma relação de dominação e submissão.

INCANDESCENTE | jikook • Abo • bdsmLeia esta história GRATUITAMENTE!