Eu: Desculpa Matt, mas ele machucou a minha melhor amiga para proteger aquela piranha. Então não me interrompa.- estava indo em direção a porta mas ele me segura de novo.

Matt: ALÉXIA OLHA PRA MIM AGORA!- fico surpresa com a alteração dele.

Eu: Desculpa, não me segurei.- abaixo a cabeça.- Acabei me alterando. Eu só...

Letícia: Está tudo bem vocês dois?- me viro e vejo a Letícia com uma cara preocupada.

Eu: Só acabamos sem querer nos alterando. Bom vamos entrar.

Matt: Vamos!- eu e o Matt sempre conseguimos disfarça nosso sentimento as vezes através de sorriso, pensava né.

Letícia: Olha já vou falando que eu consigo decifrar o sentimento dele. Como vocês são irmãos consigo te decifrar também.- meu sorriso desmancha na hora.

Eu: Nossa o meu pai ele demorou muito pra decifrar e você conseguiu tão fácil assim.- falo surpresa.

Letícia: kkkk Vamos logo vê o ensaio.

            O ensaio durou em torno de uma hora e pouca. Quando terminaram, fomos direto pra sala e começamos a beber. Olhei para a Alexandra e vamos começa o nosso plano.

Eu: Sabe Alexandra, vou tentar ser sua amiga pra fazer o Colin feliz.- vejo todo mundo em choque.

"Pronto ela começou."- pensou o Matt.

Alexandra: Sério que bom.- bota um sorriso falso.

Eu: Então me conte sobre o seu pai.

Alexandra: Meu pai moram no interior. Ele é  fazendeiro.

Eu: Mesmo.- coloco um sorriso inocente.- Sabe você tem a cara o meu tio.- vejo o sorriso dela desmanchar.

Alexandra: Você deve está confundindo kkkk.- rir nervosa.

Eu: Colin você já dormiu com ela, né?- vejo ele corar.- Então ela deve ter uma marca que só a família Costa tem entre o peito.

Colin: Como tu sabe?

Eu: Só era pergunta. Com licença vou ir no banheiro.

*Aléxia off*

*Autora on*

               Quando a Aléxia sai para ir no banheiro. O clima fica tenso na sala. A Alexandra estava ficando sem saída, a Aléxia já sabia que era ela.

Alexandra: Vou ir no banheiro também, nesses dias não estou me sentindo bem.- vai em direção ao banheiro.- Aquela filha da puta vai saber com quem está mexendo e o nome  dela é Leona.

              Na hora que ela chega no banheiro a Aléxia estava apoiada na porta. A Leona achou estranho, então ela foi logo chegando perto dela e ia dá um belo de um soco na Aléxia, mas a Aléxia  segura a mão dela.      

Aléxia: Muito lenta, muito lenta.- num movimento rápido ela quebra a mão da Leona.- Sempre odiei as pessoas que machuca os meus amigos Leona Costa.

Leona: Desgraçada.- segura o choro.- Você é uma filha da...

Aléxia: Não, não, não se você não quiser morrer rápido é melhor não pronunciar essa palavra.- empurra ela no chão e fica por cima dela.

Leona: Você é igual ao meu tio.- ela dá uma cabeçada na Aléxia, mas não foi grave- Sabe priminha, foi maravilhoso fazer o seu amigo se ajoelhar e fazer aquela sua amiguinha chora por ter o amor rejeitado.- nessa hora a raiva da Aléxia veio átona e começou a dar uma sequência de soco no rosto da Leona.

Aléxia: Eu...te...odeio.- pega um frasco e colhe o sangue dele.- SUA FILHA DA PUTA!- ia dá mais um soco nela, mas alguém segura o meu braço.- ME SOLTA!

Matt: Já chega Aléxia!- se vira e percebe que estava o pessoal todo ali.

Colin: OLHA O QUÊ QUE VOCÊ FEZ!- o Matt tira a Aléxia de cima da Leona.- Como você pode fazer isso com ela.- se aproxima da Leona.

Aléxia: Colin olha pra mim. Essa desgraçada  está te enganando, ela está tentando me afetar.- ver ele balança a cabeça negativo.- COLIN olha pra mim, ela está mentindo, ela não te ama, quem te ama de verdade é a Cloe.

Colin: Para de mentir, porra! Você sempre é egoísta, não pensa nos outros.- uma coisa rara acontece, uma lágrima começa a escorrer no rosto dela.

Aléxia: Idiota. Quando eu tiver com o teste completo. Você vai vê que não estou sendo egoísta, você é que é egoísta.- sai de lá e vai direto para fora da casa do Colin.-  Aquela desgraçada está fodida na minha mão. Há se eu encontro com ela na rua é capaz de eu matá ela.- subi em cima da sua moto, coloca o capacete e loga a moto.

Matt: Aléxia ele só...- desliga a moto e nisso acaba cortando a fala do irmão.

Aléxia: Matt me deixa tá. Só preciso respira e tirá o Colin disso.

            Liga a moto e começa a dirigir rápido. Quando ela chega em casa, liga pro pai dizendo que conseguiu a amostra e ele diz que um homem ia pega a amostra de manhã. Enquanto isso na casa do Colin.

Leona: Ai ela me bateu com muita força e quebro a minha mão, Colinzinho.- fala com uma voz de choro.

Doris: Pra mim já chega. Se ela não sair da banda eu saio.- vai embora.

Matt: Cara só vou fala uma coisa. Você magoou minha irmã, fez ela chora e tu vem dizendo que ela é egoísta. Tu não tem noção do que ela passou, mas não vou brigar, porque eu sou ainda seu amigo e você não sabe do passado completo da Aléxia.- vai embora junto com o Adam e a Letícia, mas antes ela para e olha pros olhos do Colin.

Letícia: Você vai se arrepender do seu ato Colin.- e vai embora.

Leona: Amor deixa eles você tem eu.- tenta se mexer, mas a dor da mão quebrada era insuportável.

Colin: Alexandra, pode ir embora eu preciso de um tempo.

Leona: Mas...

Colin: SAI por favor. Vai para um hoapital vê essa mão, mas me deixa só.-  ela vai embora.

*Autora off*

*Aléxia on*

          Hoje é sábado, o dia do resultados da amostra e o dia do jantar com o Ryan. Estou exausta nesses últimos dias, não tenho falado com o pessoal, só com o meus dois irmãos. A Cloe está sempre me ligando desde que o Matt contou pra ela do que quê aconteceu, mas sempre eu deixava cair na caixa postal.

           Já era 18:30 quando eu comecei a me arrumar. Estava exausta ainda, com medo do resultados, mesmo sabendo que vai ser positivo, de como vai ser a minha amizade daqui em diante, mas não vou fazer isso me atingir. Mentira já me atingiu faz tempo kkk. Tá parei. Quando termino de me arrumar já era vinte horas, mas fico feliz com o resultado.

 Quando termino de me arrumar já era vinte horas, mas fico feliz com o resultado

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

          Vou descendo as escada, quando a campainha começa a tocar. Acho estranho, já que ninguém tinha me avisado que estava vindo. Quando eu abro a porta fico surpresa ao saber que era...

Continua...

Me desculpa pelos erros de português e pelo atraso, acabei viajando para comemorae o meu aniversário e acabei não tendo criatividade. Bjs😙.

Is it love? RyanLeia esta história GRATUITAMENTE!