Capitulo 4

496 68 3

Cheguei ao apartamento no anoitecer, meu subconsciente estava a mil. Parecia que eu estava sendo observada o tempo todo.

Aquela sensação pairava sobre mim mais uma vez. Tomei um banho, senti meu corpo reagir no momento que lembranças invadiam minha cabeça.

Matthew era o fogo e o gelo, ele não era o homem mais bonito do mundo. Ele era atraente, muito convidativo para mim. Quando estávamos juntos, ele conseguia me levar a loucura de todas as formas possíveis. Isso me desgastou, porém lembrar de cada momento vivido me trás de volta ao passado.

Cada momento que sua bipolaridade acabou comigo, os momentos mais difíceis que passamos juntos. Era impossível não me sentir atraída por ele.

Falar de Zack em uma hora dessas era complicado, ele era perfeita o homem anjo que iluminou minha vida quando achei que nunca mais iria encontrar alguém.

Mas será que valeria a pena casar com ele? Eu sabia que teria uma vida feliz, porém o que me deixa mas aflita é se conseguirei seguir em frente.

*

— Sabe como as garotas de divertem? - Leny pergunta para Giorgia. Estávamos no nosso point, mais uma vez jogando conversa fora.

— Preciso me divertir, que tal irmos para nossa boate preferia? - Emily quase gritou. Claro, elas já haviam bebido além da conta. O álcool ainda não havia me dominado totalmente.

— Lembra quando Giorgia e Emma começaram a dançar? Em cima da mesa do balcão? - odeio essas lembranças.

Começo a rir, obviamente deixando me se convencida. Quando estávamos na faculdade, saíamos para nos divertir de vez em quando. Uma noite havíamos bebido tanto, que Giorgia subiu no balcão. Eu estava olhando e admirando como ela estava se divertindo e então decide me juntar a ela. Foi uma das experiências mais radicais que tivemos na boate. Giorgia é magra e alta, seu cabelos são vermelhou e ela tem olho castanho escuro. Leny porém é morena e tem um cabelo cacheado maravilhoso, seu corpo a faz parecer uma musa. Emily é a mais cheinha, porém tem inúmeras tatuagens, ela é uma garota secagem acho que de todas ela é a mais divertida. Diana é loira, com seu olhos âmbar é literalmente um anjo, o segredinho dela que todas já sabemos é que Diana gosta da mesma fruta. Isso nunca atrapalhou nossa amizade.

Descidinhas pegar um táxi, chegamos na boate e aproveitei para avisar Zack.

Quando eu estiver pronta para ir embora, você pode vim me buscar? Estamos indo para a boate. Bjs.

A resposta veio logo em seguida.

Claro, quem sabe passo aí para curtir juntos.

Me avisa quando chegar, beijos!

Chegamos na boate, estava cedo eram nove horas. Porém a música começava cedo aqui. Aproveitamos para beber mais.

Leny diz — Já sei juízo ou prejuízo!!!

— Fora - já digo. Juízo e prejuízo era um jogo, que fazíamos quando estávamos sob efeito de álcool.

— Vamos lá sim, daqui a pouco tu casa e aí já era - Emily apoiou Leny.

— Eu começooo - Diana disse sorridente, ela sempre fazia a frente.

— Juízo ou prejuízo? - Giorgia pergunta, virando seu copo com likör.

— Prejuízo, gata eu nunca arredo o pé! - Dianna exibi seu sorriso malicioso.

— Dançar naquela pista de dança - Gi aponta, não havia nenhuma pessoa lá. — Porém tem que ser bem sedutor, se alguém foi ir até lá terá que escolher um para beijar.

— Eca - rimos. Sarcasticamente Dianna já sai dançando enquanto toca Nicki Minaj.

Ficamos observando, ela desfilando até o meio da pista, não tinha um corpo ali por perto. Porém ela começou a dançar, levando suas mãos no quadril, nitidamente dava de ver como ela estava bêbada. Ela jogava sua cabeça para trás, passava a mão pelos cabelos. Dois homem se aproximaram e começaram a dançar colados nela. Uma garota miúda se juntou a eles. Passou dois minutos, os caras estavam tentando disputar Dianna e ela simplesmente andou em direção a garota miúda, ela tinha cabelos curtos. Começou a dançar colada na garota, que não se sentiu intimidada. Os dois homens pararam e ficaram sério olhando, enquanto Dianna levou a mão até a nuca da garota e puxou ela para os beijos.

Voltei a me concentrar na minha bebida, não sei por quanto tempo levou porém demorou um pouco até Dianna voltar.

— Juízo ou prejuízo Emily? - ela quase cantava gloriosa, a música ainda tocava.

— Prejuízo meu amor, por que hoje eu to que tô! - Leny grita eufórica.

— Tá vendo aquele cara lá no canto? Ele tá se pegando com uma garota. Quero ver você ir lá e oferecer absorvente para a guria, fingindo que ela tinha te pedido!

QB2- Recomeço Onde as histórias ganham vida. Descobre agora