Mantenha a calma nos sentimentos.

151 5 0

Depois de ouvir todas aquelas ofensas daquelas loiras falsificadas, eu perdi a vontade de ir para aula de natação,  não por causa delas e sim porque eu não estava afim .

Fui até a piscina avisei a professora que eu não estava me sentindo bem e que eu iria para a sala de aula, fui avisar o joe mais logo desisti pois ele estava conversando com a Sheila ( uma puta da escola ).

Cheguei na sala, peguei um livro e comecei a ler, após passar 1:30 joe chegou na sala ofegante arrumando seu material.

O que aconteceu? -- perguntei preocupada.

Não sei meu pai disse pra min ir para casa, que ele quer falar comigo -- falou me dando um selinho.

Quer que eu vá com você?  -- perguntei indo em sua direção.

Não,  acho melhor eu ir sozinho, não entenda mal princesa, é que eu acho que é mais sério do que penso, fique aqui e termine as aulas, vou pedir para o motorista pegar você na saída -- falou me dando outro selinho e saindo.

ok, vá com calma -- falei me sentando novamente na carteira.

Nem prestei atenção no restante da aula, estava preocupada com o joe, o sinal tocou e eu sai em direção ao portão,  quando eu estava saindo uma mão puxou o meu braço me trazendo para trás.

Ai, cuidado -- falei me virando para um garoto de mais ou menos 26 anos loiro alto e com olhos verdes de arrepiar.

Elena -- quando me olhou seus olhos brilharam.

Não, desculpe eu não sou Elena, me chamo Sophia -- falei retirando meu braço da sua mão.

ah, me desculpe, é que você é muito parecida com minha ex namorada -- falou abaixando a cabeça -- qual seu sobrenome?

Sophia -- nem sabia o que responder, então optei pelo sobrenome materno -- Petrova.... Sophia Petrova -- repeti com força.

Você é  filha da Elena Petrova, não é?  -- ao falar parecia que ele tinha desvendado um enorme misterio.

Sim, você era namorado da minha mãe?  -- falei lembrando de todas as características delas, seus olhos, seu sorriso, etc...

Sim, ela vive com você?  -- quando ele falou senti um aperto no peito, ainda não era fácil falar sobre a morte dela.

ah, ela morreu -- abaixei a cabeça e senti uma lágrima escorrer em meu rosto.Sinto sua mão passar em meu rosto e limpar minha lágrima.

Desculpe, eu não devia ter tocado nesse assunto -- ele falou se sentindo culpado.

Você não tem culpa, mais qual é seu nome?  -- falei curiosa.

Jhonatan skaf, trabalho como modelo, e estudo Música.-- falou sorrindo -- e você?

ah, desculpe deixa pra outro dia, tenho que ir -- sai em direção ao carro.

ah, espera, pegue meu número,  pode me ligar quando precisar -- ele deu um sorriso meigo me entregando um papelzinho com seu número.

ok, tchau, até outro dia -- falei entrando no carro.

Cheguei na casa do joe, não ouvia e nem via ninguém,  procurei por toda casa, cozinha, quartos, sala e que casa enorme até cansa. Fui na lavanderia e quem eu encontro a: Dany.

Onde esta todo mundo dany? --falei me sentando  encima da mesinha da lavanderia.

Foram para o hospital -- ela falou calmamente com um sorriso no rosto.

Como assim hospital? o que aconteceu? o joe ta bem? -- quando ela falou meu coração disparou e não queria ficar dentro do meu peito.

Calma, o joe esta bem,é  que o Dr. Leon acha que a senhorita Michelly está grávida do joe -- ela falou com um sorriso no rosto.Não entendo nada, minha cabeça está girando, as lágrimas começam a escorrer pelo meu rosto sem ao menos eu piscar sai correndo da lavanderia passo pela sala e vou em direção a porta.

Já estou andando a uma hora sem rumo, envolvida em pensamentos, não consigo parar de chorar, estava tudo perfeito, mais eu não tenho sorte tinha que acabar justo agora, eu deixei tudo pra trás e agora está tudo acabado, e tudo virou uma plena decepção, o que vai acontecer agora ele me iludiu. Estava andando atormentada por pensamentos e sentimentos , esbarro em um garoto.

Desculpe -- falo ainda andando com a cabeça baixa.

Não foi  nada -- disse o garoto de capuz -- Sophia?

sim -- olho e vejo que é o Jhonatan --oi.

O que aconteceu? você está chorando? -- falou passando a mão em meu rosto.

ah, nada, deixa pra lá.. -- como iria confiar em alguém que conheci hoje.

Pode falar, confie em min -- ele falou de um jeito que me confortava -- que tal irmos na cafeteira mais próxima, daí você me conta tudo -- falou com um sorriso meigo.

Ok, vamos -- falei com um sorriso, eu tinha que colocar para fora o que estava me sufocando.

Estavamos a caminho da cafeteria mais próxima que era a '' Requinte '' a minha preferida, fomos em silêncio até lá. chegamos e sentamos na mesa perto da janela.

Então antes de você começar a me contar sobre o que aconteceu, vamos tomar alguma coisa? -- falou pegando o cardápio.

Ok, então eu quero um milk Shake de Ovomaltine -- falei pegando o cardápio de sua mão.

ok, eu vou querer o triplo do dela. -- falou me olhando -- e ai? pode começar.

ok, eu não sei porque estou te contando mais me sinto segura com você -- risos -- Desde que começaram as aulas eu conheci um garoto chamado Joe Parker.. -- ele me interrompeu.

Filho do Leon ? -- falou quase afirmando.

Sim, você o conhece?-- falei triste pois lembrei do porque eu estar esse momento ali.

sim, ele é meu melhor amigo -- falou dando um sorriso meigo.

ah, então não é legal eu contar pra você -- falei me levantando.

não,  calma não vou contar pra ele -- falou segurando meu braço-- confie em min.

ta, continuando eu me apaixonei por ele, nós nos beijamos, e estava tudo dando certo, nos éramos perfeitos juntos, só que hoje quando cheguei em casa logo depois de falar com você eu soube que a michelly ta grávida dele.

Eu sei que deve ser difícil de você acreditar mais o joe nunca faria isso com você, ele e um rapaz sério, talvez seja mentira da michelly ou talvez seja de antes de vocês ficarem juntos eu acho que o melhor e você conversar com ele-- ele falou tão calmo que senti que era verdadeiro.

você tem razão eu vou conversar direitinho com ele -- sorriso -- obrigada.

Claro -- chegou os nossos pedidos, peguei meu copo e comecei a tomar --então me conta sobre você?

ok, Meu nome é jhonatan skaf, sou modelo e estudo música, meus pais moram na Inglaterra, tenho um apartamento aqui perto, tenho um cachorro chauchau chamado frid.Acho que é só,  agora é sua vez.. -- sorriso.

ok, Sophia, eu estudo, meu pai biológico é o Leon, e meu pai adotivo ta viajando, só -- sorrindo.

então,  vamos eu te levo pra casa -- falou se levantando.

eu não vou pra casa do joe -- falei levantando e saindo.

ok, então você vai passar a noite lá em casa -- falou me segurando pelo braço.

oie, se alguém tiver sugestões para a história eu aceito, espero que estejam gostando >< kauane

recomendem essa historia para outras pessoas vlw.

Apenas uma garota &gt;&lt;Leia esta história GRATUITAMENTE!