☀️ final ☀️

6.1K 1.2K 5K

Deem suporte à fanfic, votem e comentem. Boa última leitura!

não está dos melhores e demorou a sair, como demorou, mas pela primeira vez em um bom tempo, eu senti prazer escrevendo um capítulo dessa fic. espero que gostem.

um obrigada enorme à todos que me acompanharam até aqui.











Naquela manhã, acordado em meio a bagunça de nossos lençóis, de nossos corpos, eu senti o sol nos tocar. E abrindo os olhos, a imagem nua de Jimin se projetou, seus olhos fechados, dormindo com tranquilidade. O sol, adentrando pela janela, cobrindo sua pele caramelo, em tom e gosto.

É um privilégio apenas meu e dele, o sol, poder tocar você, Jimin.

Se soubesse o quanto o adoro, seu ego se tornaria tão grande que seria responsabilidade minha carregá-lo, e meu bem, eu carrego, com todo prazer, só pra que sinta o quanto é importante em minha vida.

E assim, deitados juntos, no silêncio calmo, eu me pergunto onde foi que acertei para merecê-lo. Eu juro, por Deus e minha mãezinha, eu nunca vou sentir algo assim por outra pessoa.

ー Ah, Jimin... ー murmurei, tocando seu rosto com a ponta de meus dedos. ー Você não sabe o quanto eu te amo, hyung.

Me acostumei a ouvir sua cantoria pela casa, e me acostumei ao seu perfume caro que você não gosta de gastar, mas usa porque eu gosto, me acostumei a sua comida quente, as nossas noites quentes, me acostumei aos seus cuidados cautelosos, a sua preocupação, me acostumei as suas mudanças de humor, aos seus olhares mortais, aos seus beijos doces, me acostumei ao fato de que você faz meu coração pular feito um idiota.

Ah, eu sou um idiota.

Não deve ser politicamente correto, mas, caralho, cada lágrima que derramei por ele, valeu a pena.

Se movendo devagar, de forma preguiçosa, Jimin se virou, e como um admirador, eu observei cada pequena mudança de sombra e luz, o sol agora iluminando outras partes, tão perfeitas quanto.

Amar Jimin deve ser um castigo. Pois a mera chance de ficar sem ele é por si só uma tortura medieval, das mais cruéis possíveis.

Caralho, eu até me sinto inteligente quando penso em coisas bonitas pra ele.

Com toda certeza se pudesse ler minha mente, diria para eu parar de ser bobo e crescer. Mas ah, se haviam chances disso acontecer, estas se dissiparam quando meu coração resolveu amá-lo.

Como eu sou meloso.

ー Como você é meloso.

Ouvi, e me virando, saltei da cama com a aparição de Yoongi ali. ー Mas que cacete!

Jimin, consequentemente, acordou também, e avistando Min ali, puxou o lençol, se cobrindo, para segundos depois, me puxar para cama e me cobrir. ー Yoongi!

ー É o quê? Vai ficar bravo comigo? Era esse seu namoradinho que estava há dez minutos te olhando dormir. ー acusou. ー Ele é um psicopata.

ー A-ha! Você que entra na casa das pessoas, invadindo a privacidade alheia, e eu que sou o psicopata! ー me defendi. ー Jimin! Manda ele embora.

Jimin, esfregando rosto com as mãos, encarou o amigo, com sono. ー Por Deus, o que faz aqui?

ー Veja só como fala... parece até que não sou desejado. ー disse, ofendido. ー Logo eu, que cuidei de você como um filho, Jimin.

Sunboy {jikook}Leia esta história GRATUITAMENTE!