Capítulo 39

10K 885 1K

A sala estava barulhenta, sons de tiro enchendo o ar, ecoando nas paredes.

“Morre babaca!”

Harry riu e olhou para Niall, que estava tentando matar alguns alienígenas em seu jogo de vídeo game.

“O que os aliens fizeram para você?” Ele perguntou enquanto disparava ao lado do loiro.

“Você quer dizer, além de invadir meu planeta e tentar nos comer?”

Harry revirou os olhos. “Eu não acho que eles querem nos comer.”

“É claro que eles querem nos comer. Porque mais alienígenas viriam para a Terra?” Perguntou Niall.

“Uh, para assumir o nosso planeta? Para fazer experimentos? Ou talvez eles sejam apenas exploradores.”

“De qualquer maneira, eles precisam morrer.”

Era uma tarde de sexta-feira, Niall já tinha saído da escola e veio fazer companhia a Harry, enquanto Louis estava em sua sessão individual de terapia. Eles começaram a andar juntos, tinham a necessidade de segurar a mão um do outro, como se isso fosse os proteger do mundo. Mas a terapeuta sugeriu que vê-los um de cada vez os beneficiariam.

É claro que eles protestaram, não gostando da idéia. Mas Anne concordou com a mulher e os obrigou a fazer isso. Algo sobre eles precisarem ser independentes ou alguma merda. Harry não se importava com a razão, ele só sabia que seu namorado não estava do seu lado e ele não gostava.

“Posso te pedir um conselho, Niall?” Harry perguntou, uma vez que terminou o seu nível no jogo.

Niall se virou para ele e largou o controle do jogo. “Claro. Que se passa amigo?”

“Eu quero levar Louis para um encontro de verdade esta noite.”

Niall levantou uma sobrancelha. “Você quer dizer que vocês dois ainda não tiveram um encontro real?”

Harry balançou a cabeça. “É por isso que eu preciso de sua ajuda. Onde devo levá-lo? O que devemos fazer? O que devo vestir?”

“Cara,” interrompeu Niall. “Relaxa. Parece uma garota.”

O menino de cabelos encaracolados fechou a boca.

“Leve-o para um jantar, não tem como dar errado.”

Harry pensou por um momento. “Mas, eu não tenho certeza se ele realmente irá se sentir confortável jantando em um lugar rodeado de pessoas.”

“É um primeiro encontro, Harry. É isso que as pessoas fazem.”

“Ok, eu vou levá-lo a um bom restaurante.”

“Ótimo,” Niall disse e pegou o controle do jogo novamente. “Agora, podemos voltar a matar alguns alienígenas?”

Harry riu. “Eles não vão ter uma chance.”

-x-

O restaurante foi um pequeno affair. Pouco iluminado, com uma vela cintilante em cada mesa, a atmosfera do lugar era apenas um pouco acima do topo romântico. A pianista tocava suavemente no fundo, e apesar de Louis entender por que Harry tinha escolhido o lugar para jantar, estava longe de ser acolhedor e intimista.

Louis usava conscientemente sua camisa favorita, mas desgastada. Ele se sentia fora do lugar, vendo os adultos que pareciam estar comemorando uma data de aniversário. Ele ansiava por uma camisa confortável e um par de jeans desbotados, ou melhor ainda, um conjunto de roupas de Harry para se aconchegar.

Olhando para o lado dele, ele percebeu Harry sorridente, um olhar satisfeito em seus olhos. Louis soltou um suspiro quase silencioso. Este não era o tipo de lugar que ele se imaginava comendo, mas Harry tinha colocado muita expectativa em seu primeiro encontro oficial, e Louis faria qualquer coisa, até mesmo sentar em um restaurante que o fazia se sentir desconfortável, se isso fosse fazer seu homem feliz.

More Than Meets The EyeWhere stories live. Discover now