Prólogo - Parte 2

4.1K 636 280

Castiel Almeida

2 anos e 6 meses antes...

Acordo e vejo o corpo adormecido de Alan ao meu lado e um sorriso idiota se abre em meu rosto. Eu nem acredito que perdi minha virgindade com o cara que sou apaixonado há mais de um ano. Por ele ser mais velho que eu, nunca imaginei que ele fosse querer alguma coisa comigo, mas para a minha felicidade ele quis e hoje é meu namorado. Sinto seu braço apertar ainda mais minha cintura e após alguns segundos seus olhos se abrem.

- Bom dia! - Falo sorrindo e deixo um selinho rápido em sua boca.

- Bom ruivinho, dormiu bem? - Pergunta e deixa um beijo em minha testa.

- Dormi sim, essa foi a melhor noite da minha vida. - Falo sorrindo e ele me acompanha.

- Pra mim também foi. - Ele responde e me puxa para um beijo.

Ficamos um tempo juntos na cama, até eu ver a hora no relógio e perceber que tinha que ir para casa. Minha mãe ainda não sabe do meu namoro com Alan e eu tive que inventar que iria dormir na casa do meu melhor amigo Ângelo. Mas ainda bem que meu aniversário de 17 anos está chegando e logo vou poder mostrar ele como meu namorado.

Me despeço de Alan e logo vou para casa. Assim que chego em casa e falo com minha mãe, subo as escadas e ligo para meu melhor amigo/irmão Ângelo.

- Bom dia Cas, por que me ligou tão cedo? - Ele pergunta e eu reviro meus olhos.

- Tenho uma coisa pra te contar. - Falo com um sorriso no rosto e começo a balançar minhas pernas no ar.

- Fala então, não me deixa curioso. Só espero que não seja notícia ruim. - Ele diz sério e eu acabo rindo. "Ângelo é um caso perdido."

- Não é notícia ruim Angie. Lembra que ontem eu fui dormir na casa do Alan? - Pergunto e espero por uma resposta sua.

- Lembro e só para constar, ainda não acho que isso foi uma boa ideia. Não deveria ficar sozinho com ele, mas você sabe o que faz. - Ele diz e eu solto um suspiro.

- Para de ser tão minha mãe Angie, eu também não estava muito confiante, mas eu queria muito. E é sobre isso que eu quero falar com você. - Falo e agora me sinto um pouco apreensivo.

- Pode falar, apesar de não concordar você sabe que sempre vou estar te apoiando. - Ele diz e me sinto mais aliviado.

- Obrigado Angie, mas então... Euperdiminhavirgindadeontem! - Falo rápido e fecho meus olhos com força.

- Calma aí, repete! Ainda não sou o Flash para ouvir as coisas na velocidade da luz, mas eu queria ser. - Ele diz e eu acabo rindo.

Solto um suspiro e respiro fundo, tomando novamente coragem para falar.

- Eu perdi minha virgindade ontem. - Falo e espero ele dizer algo, mas a linha fica muda por alguns muitos segundos. - Angie? Você tá aí? Fala alguma coisa! - Digo agoniado.

- Eu, nossa! Não esperava por essa ou melhor, esperava sim, mas... Não sei amigo, pensei que iria esperar mais um tempo.

- Eu também queria esperar, mas aconteceu e foi bom Angie. Ele me tratou super bem e eu não me arrependo. - Falo convicto.

- Se foi bom para você, então está tudo bem. Sabe que sempre vou estar do seu lado e eu sei que você sabe o que é melhor para você. - Ele diz e eu abro um sorriso.

- Obrigado amigo, ter seu apoio é muito importante pra mim.

- Sempre terá, amo você Cas! - Ele diz e meu sorriso se amplia ainda mais.

Cowboy Indomável (Mpreg) - Duologia "Indomável" - Livro 02Onde as histórias ganham vida. Descobre agora