Prólogo - Parte 1

5.1K 622 233

Adrian D'Ávila

5 anos antes...

Abro a porta de casa, depois de mais um dia bem cansativo aqui na fazenda e a primeira pessoa que vejo é dona Clarisse. Vou direto em sua direção e deixo um beijo na bochecha da mulher que se tornou minha segunda mãe.

- Cansado? - Ela pergunta com um sorriso, enquanto mexe em uma das panelas do fogão a lenha.

- Um pouco, alguns bois quebraram a cerca com o vizinho e tivemos que buscar eles. - Falo com um suspiro e pego uma maçã em cima da mesa, logo dando uma mordida.

- Vai tomar um banho menino, daqui a pouco o jantar vai está pronto. - Ela diz e aponta a colher de pau na minha direção, o que me faz rir.

- Tudo bem capitão, sabe se a Carol está em casa? - Pergunto já com um sorriso bobo no rosto.

- Está lá em cima te esperando com uma surpresa. - Ela sorri para mim e pisca um olho.

- Surpresa? Que surpresa? - Pergunto curioso e vejo ela balançar a cabeça em negação.

- Se eu te contar deixa de ser surpresa, agora sobe logo. - Ela diz meio debochada e eu me pergunto cadê a senhora fofa que eu conheço?!

- Você já foi mais amorosa dona Clarisse. - Falo meio dramático e escuto sua risada.

- Larga de drama homem, você já tem 25 anos nas costas. Não é mais o garotinho que vi nascer. - Ela diz e eu olho para ela com os olhos apertados.

- Ah, então porque cresci você não me ama mais? - Pergunto com a mão no coração e ela revira os olhos para mim. - Onde você aprendeu a revirar os olhos assim babá? Está muito evoluída pro meu gosto hein! - Falo rindo e ela ameaça me bater com a colher de pau que tem na mão.

- Eu ainda te amo, satisfeito agora? - Pergunta com uma sobrancelha levantada e a mão na cintura.

- Muito, agora eu vou subir e ver a surpresa que minha linda mulher tem para mim. - Falo rindo e deixo mais um beijo em sua bochecha.

Jogo o resto da maçã que comia no lixo e saio da cozinha em seguida, logo subindo as escadas em direção ao meu quarto. Assim que abro a porta do quarto, um sorriso instantâneo surge em meu rosto, ao ver a mulher da minha vida, sentada na poltrona perto da janela lendo um livro. Vejo que ela está concentrada na leitura, então sigo em passos lentos até ela. Assim que estou perto dela, deixo um beijo em seu pescoço, só assim fazendo ela notar minha presença no quarto.

- Oi amor, não te escutei entrar. - Ela diz com um sorriso e logo em seguida me puxa para um beijo. Aproveito nosso beijo, sentindo seu gosto tão característico em minha boca e me sinto mais uma vez o homem mais sortudo desse mundo.

- Claro que não me ouviu, estava toda distraída aí lendo. Sério, eu ainda não descobri qual a graça que tem ler livros. - Falo e ela revira os olhos para mim, como sempre faz quando faço esse comentário.

- Não vou nem perder meu tempo com você. - Ela diz de forma superior e eu não aguento segurar minha risada.

- Tudo bem senhora D'Ávila, mas agora me conte que surpresa você tem  para mim? - Pergunto e ela faz uma cara de quem não sabe de nada. - Nem me adianta olhar assim, Clarisse já abriu a boca, sabe como ela é. - Falo com um sorriso e vejo ela concordar com a cabeça.

- Pior que sei, mas antes vai tomar um banho. Esse seu cheiro e gado está me deixando enjoada. - Ela diz e me afasta um pouco com a mão, mas mantém um sorriso no rosto.

- Oshe, mas você bem que gostava desse cheiro viu. - Falo e deixo mais um beijo em sua boca, me levantando em seguida.

- Eu até aguentava, mas agora é diferente e vai logo tomar um banho. Quero aproveitar meu marido depois. - Ela fala e me olha com um sorriso malicioso nos lábios.

Cowboy Indomável (Mpreg) - Duologia "Indomável" - Livro 02Onde as histórias ganham vida. Descobre agora