Diário do rei (1)- desabafo

67 11 2

18 de novembro - 1780

Detesto ficar amarrado. É horrível; parece que vou morrer de agonia. Parece, não; estou agoniado. Me sinto como um pássaro preso na gaiola. Já faz uma semana desde o ocorrido. Uma semana desde que o meu amado e único filho, Robin, segundo testemunhas (o camareiro e um guarda, por exemplo), me viu amarrado, gritando, chorando, e... ARGH! Não  quero mais ver , não aguento mais ver o meu filho chorando pelos jardins, sempre melancólico. E o pior é que não posso fazer nada. Ainda estou me recuperando do surto. Da vez em que quase matei meu filho, segundo algumas testemunhas. Não estou amarrado neste momento; o médico da corte me deixou fazer alguma outra coisa além de ficar amarrado, me debatendo para que me soltem... Meus gritos  ecoam pelo castelo, sendo ouvidos por todos. Apenas peço para que Deus me tire desse sofrimento.

Sempre seu, 

George III


The King's sonLeia esta história GRATUITAMENTE!