CAPÍTULO FINAL ♡

420 26 0

Ao adentrar o quarto, vejo Violet sentada na cadeira ao lado da escrivaninha. Ela parece extremamente concentrada em algo que está em sua mão.

- Tudo bem?

- Oi! - ela levanta a cabeça e vejo em sua mão um tecido rosado - tudo sim. Só estava preparando um vestido para você.

- Vestido? - digo estranhando. Que eu saiba não há nenhuma comemoração próxima - posso saber para quê? - pergunto e vou em direção ao banheiro iniciando meu ritual diário de desfazer penteado e tirar a maquiagem pesada de sempre.

- Bom... - ela levanta e vem em minha direção - se a senhorita não se lembra, estamos próximos ao baile de primavera.

- Mas Violet, você é rápida, não se sobrecarregue. Tenho certeza que ficará lindo. - ela volta para a escrivaninha.

- Bom.. esse será o melhor vestido que a senhorita já usou.

- Por quê? - digo ainda sem entender sua lógica. Violet é meio complicada ás vezes.

E para minha surpresa ela não responde. Apenas sorri e baixa o olhar voltando o foco para os tecidos sobre a mesa.

Penso em questioná-la. Mas quero muito saber onde isso vai parar.

Termino de tirar a maquiagem, faço uma trança lateral simples e coloco um vestido rosa bebê bem suave após meu banho. O jantar está próximo de ser servido e quero ser pontual. Não que eu não seja sempre.

- Estou descendo. Vá também Violet. Tem muito tempo até que eu use esse vestido. Vá descançar. Okay?

Ela levanta o olhar para mim e concorda.

- Já vou. - ela apenas diz e eu sigo em direção a sala de jantar.

Me sinto bem mais confortável no vestido que uso no momento. Ao contrário dos que usei nos últimos dias, esse é menor, um pouco acima dos joelhos. Simples, porém lindo.

Adentro a sala de jantar e todos estão todos pronto para comer.

- Desculpem o atraso. - digo sorrindo. Até mesmo Jacob está aqui. E só aí me lembro de que ele participará conosco da festa. Ele foi o único princípe que concordou em ficar aqui antes da festa. Não que eu entenda o que isso queira dizer, mas pretendo saber hoje, depois de toda a confusão com o programa e tudo, Mayson acabou não me falando da festa e pretendo interrogá-lo a respeito disso hoje ainda.

~~♡~~

Como sempre a comida estava simplesmente perfeita. É tudo simplesmente delicioso, os sabores são suaves e intensos ao mesmo tempo. Uma mistura perfeita de tudo que é bom.

- Bom, para resumir, essa festa acontece uma vez por ano e inclui o continente inteiro.

Mayson concordou em me acompanhar até o quarto e enquanto isso me conta sobre o baile.

- Mas não caberia todos os continentes aqui dentro.

Ele sorri como se o que eu disse fosse óbvio demais para simplesmente ser dito.

- Sim Harley. É sim. Por isso, só a realeza de cada país vem. Por isso Jacob está aqui. O país anfitrião sempre oferece para o restante uma estádia em seu castelo. Mas quase sempre ninguém aceita. São raras as ocasiões. Realmente muito raras. - ele me encara suavemente enquanto andamos. - por isso não fui com a cara dele. Não acha estranho ele vir para cá, quando mais ninguém virá antes da festa? Será que ele, como príncipe, não tem exatamemte nenhum compromisso em seu país?

Olhando por esse lado realmente soa estranho Jacob estar aqui. Mas não posso julgá-lo. Talvez Mayson não esteja tão certo quanto acha. Não sei.

Ao nos aproximarmos da porta do quarto ele diz rápido:

- Bom, boa noite então.

- Boa noite Mayson.

E ficamos parados. Como se nenhum de nós soubessemos o que se faz depois. Ele me encara por uns instantes.

- Okay! - digo, provavelmente mais alto de que pretendia.

Ele parece se assustar, então apenas diz rindo:

- O que foi? - dúvido que ele não saiba a resposta.

Ele continua rindo, mas não para de me encarar. Desvio o olhar dele e um tanto de certa forma envergonhada digo corando:

- Saiba que odeio admitir isso, mas realmente gosto de seus olhos.

Ele parece se divertir com meu embaraço então só ri mais. Sei que ele estava fazendo aquilo de propósito. Acabo acompanhando depois e começo a rir também.

- Tudo bem então - ele diz - me sinto lisonjeado.

- Não se sinta. Qualquer um acha isso.

Me viro para entrar no quarto, mas antes que eu consiga abrir a porta ele segura meu braço de leve e diz suavemente:

- Você não é qualquer uma.

Qualquer sinal de ação some de mim. Não sei o que fazer ou como agir. Não consigo nem mesmo acreditar que estou ouvindo aquilo dele. Mayson conseguiu acabar com toda minha reação. O observo por uns instantes antes de sorrir para ele e entrar no quarto. Fecho a porta atrás de mim e apenas sorrio como uma idiota. O que estava acontecendo não sei... só sei que eu estava feliz. E não quero que passe. Não mesmo.

~~♡~~

Entro no quarto e me jogo na cama. Sorrindo fecho os olhos e começo a pensar. Principalmente sobre os últimos minutos. Eu gosto dos olhos dele. Gosto mesmo. Sorrio ainda mais depois de pensar isso.

Largo meus desvaneios depois de ouvir um barulho na sacada do quarto. Me levanto rápido. Observo de longe e não consigo ver ninguém. Sendo assim me aproximo da porta de vidro que separa o quarto do espaço lá fora. Saio para a sacada e assim que me apoio no guarda corpo para conseguir ver algo simplesmente ouço alguém dizer:

- Oi princesa. O que acha de um passeio?

Me viro rápido e não consigo saber quem é. A última coisa que escuto antes de tudo apagar é a voz de Mayson abrindo a porta e dizendo alto com a voz que não some da minha mente:

- Harley!

E tudo fica escuro."












Uma Coroa em Minha Vida    [CONCLUÍDO]Onde as histórias ganham vida. Descobre agora