7. Desire

8.3K 1.6K 1.3K

O carro parou na calçada vazia, entre a casa de Jimin e o pequeno prédio de Jungkook

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

O carro parou na calçada vazia, entre a casa de Jimin e o pequeno prédio de Jungkook. Nenhum dos dois haviam dito uma palavra sequer durante o percurso todo. O moreno havia ligado o som em volume mediano, então nenhum deles se atreveram a falar coisa alguma.

Jungkook quase roeu a pele dos dedos, já que suas unhas estavam minúsculas, uma vez que havia comido todas durante o caminho. Estava nervoso. Uma ansiedade o tomava e nem sabia o porquê. Só sabia que estar num cubículo fechado com Jimin, depois dos últimos acontecimentos, era um desafio à sua sanidade.

O mais novo tentou sair do automóvel, mas o dominador foi mais rápido e travou as portas elétricas. Jungkook se retesou e lentamente, virou o rosto na direção de Jimin, que colocou a mão em sua coxa e foi deslizando-a por ali. O ruivo sentiu uma fisgada no baixo-ventre. Mas o outro apenas pegou suas mãos, que descansavam em seu colo, para observar seus dedos. Então comentou com a voz autoritária:

— Você deveria parar de roer as unhas. Eu gosto de ser arranhado. Conhece esse fetiche? — perguntou. — Chama-se Scratching. Gosto que me arranhem até que eu possa sentir o sangue brotar levemente na pele. Principalmente nas costas, enquanto eu estiver te tomando fundo e forte.

Jungkook arfou audivelmente. Jimin engoliu um risinho, acariciando a mão maior que a sua, enquanto seus olhos estavam grudados no rosto do avermelhado. Já o de cabelos cereja, encarava as próprias coxas, sem coragem alguma de olhar para o moreno. Sabia que se o olhasse, seu instinto lobo tomaria conta e avançaria em Jimin, pouco se importando em estarem dentro de um carro. Apenas começariam uma transa furiosa, certamente esbarrando na buzina diversas vezes e chamando a atenção de todos os vizinhos, que presenciariam o carro chacoalhando e os vidros ficando embaçados, dando um belo show de atentado ao pudor à vizinhança.

— Você vai querer me agradar, não vai? — Jimin perguntou com a voz suave, repousando o braço direito por trás do assento de Jeon, aproximando sua boca da orelha do avermelhado, que com a tensão, havia fechado os olhos, sentindo o dominador deslizar a canhota novamente por suas coxas grossas, numa carícia sugestiva e deliciosa. — Vai querer deixar seu dominador feliz, hmn? Eu certamente te recompensaria depois.... — e ao dizer isso, capturou com os dentes, o lóbulo da orelha alheia, levando Jungkook ao delírio, este quase derretendo no banco.

— Humn... — Jeon gemeu contido, sentindo a mão ágil de Jimin, agora alisar seu pau semi-ereto por cima da calça de couro.

O lúpus beijava, lambia e chupava a pele cheirosa do pescoço do outro alfa, sentindo-se cada vez mais instigado com os gemidos que podia ouvir Jeon travar na garganta. Quanto mais Jungkook negava-se a demonstrar o quanto estava gostando das carícias, mais impelido o Dominador ficava. Se fosse com outros submissos, nesse momento estaria bravo com a relutância do outro em gemer, mesmo quando seu cheiro excitado já estava tão forte, que se sobrepunha até mesmo ao cheiro do lúpus.

— Você não parece estar gostando... — sussurrou Jimin com a voz melodiosa. — Quer que eu pare? — provocou.

Não obteve resposta. Então foi retirando a mão dali devagar. Só que num impulso, Jungkook agarrou seu pulso, pela segunda vez na noite, olhando então finalmente para si. Continuou sem dizer nada, apenas negou com a cabeça, tendo seus olhos semi-cerrados, e recolocou timidamente a mão do Dominador sobre sua ereção, este que prontamente a apertou, fazendo Jungkook finalmente soltar um gemido de maior intensidade.

INCANDESCENTE | jikook • Abo • bdsmLeia esta história GRATUITAMENTE!