Capítulo 12

466 33 1

Alemão narrando

Mano, eu tô muito feliz cara EU VOU SER PAI!!!

Bom, agora eu tô aqui fora esperando a Maju falar com a Vic, quando eu sai do quarto ela toda pra baixo, parecendo meio triste sabe, e sinceramente eu nem sei o motivo, qualquer mina do meu morro é louca pra ter um pivete comigo, qualquer mina é louca por mim, menos ela... Só queria saber o que eu fiz de errado...

sub: Ahh não sabe, primeiro tu pega a mina como moeda de pagamento, depois abusa dela, faz da vida dela um inferno descontando toda sua raiva nela e depois fica como se nada tivesse acontecido

affs sub fica na tua, bem que pensando por esse lado... Ai man tenho paciência pra esperar não..

Vou chegando perto da porta e sem ''querer'' querendo escutei a Maju falando um monte de coisas que nosso pivete não era fruto de um amor perfeito, que não dava pra conviver comigo, mano sério me senti muito mal, principalmente por ela...

Eu nem sabia que ela pensava isso de mim, mas tbm ela ia pensar o que, só queria que não fosse assim...

Depois de escutar isso eu entre no quarto, so tive reação de abraçar ela e pedir perdão mesmo sabendo que comparado com o que eu fiz é muito pouco....

Depois disso o médico entra e passa umas vitaminas e fala dos cuidados que ela precisa ter, que ela não pode ter emoções fortes tipo raiva e tristeza.

Alemão: Doutor já tem como saber o sexo do bebe?

Médico: Ainda não, ela tem 1 mês e meio, quase dois meses é muito cedo ainda, mas passem na recepção pra marcar a data, e a mocinha aí já está liberada.

Nós passamos na recepção e depois ne uma farmácia pra comprar uns remédios pra enjoo e umas vitaminas que o doutor recomendou

Maju passou quase o caminho todo quieta.

chegamos em casa Vic foi pro quarto dela

Alemão: Maju- ela me olha- tava pensando, o que você acha de fazer um baile pra comemorar o herdeiro ou herdeira?

Maju:  Acho que ainda tá muito cedo... Nós nem sabemos se é menino ou menina, além disso eu sempre ouvi que não é bom revelar a gravidez antes dos três meses, vamos deixar pra depois que descobrirmos o sexo...

Aff  não sei pra que esperar  tanto tempo pra contar, namoral irmão mulher é um bglh muito complicado,cheio das paranoias e blá blá blá

Ela já ia pro quarto quando eu disse:

Alemão: OOUUU DOIDA! -gritei- Tá pensando que vai aonde sem alimentar meu filho?

Maju:  Não sei pra que gritar eu tô praticamente do seu lado, e outra que não to me sentindo bem..

Alemão: Exatamente por vc não tá bem que vc precisa se alimentar, vai lá cara come pelo menos uma fruta mano..

Maju: Tá bom, para de encher o saco que eu vou comer alguma coisa...

Ihh toda marrenta

Alemão: Ahhh então quer dizer que eu me preocupar com a minha mulher e com meu filho agora é encher o saco, isso que é ingratidão, eu não vou é te falar mais nada Maria Julia, vou pra  boca que eu ganho mais...

Maju: Que meu filho ou filha não herde seu espirito dramático kkkkk

Alemão: Fé aí morena..

Agora vê se eu mereço isso, ser chamado de dramático afff  

Fiquei na boca até tarde resolvendo uns b.o

O carregamento de drogas tinha chegado, os vermes quase pegaram tudo e isso me rendeu muito estresse, ia acender um verdinho pra relaxar mas lembrei que eu tinha dito pra mim mesmo que ia mudar minha conduta tá ligado, nem sempre eu fui tão ruim assim com sou hoje, eu preciso melhorar, eu tô maltratando uma mina que não mercê isso irmão, ela tá esperando um filho MEU, eu não posso continuar assim... São várias coisas passando pela minha mente, eu me sinto confuso..

Maju narrando

Eu tô um pouco confusa, não sei se Alemão pretende mudar de verdade ou se é só fachada mesmo, eu só quero que nada de ruim aconteça com meu bebe, eu sei que não tem outro jeito,  é impossível sair desse morro, o Alemão tá de olho em tudo nesse morro, a única coisa que eu posso fazer é facilitar a relação entre a gente... Eu vou fazer isso pelo meu filho..

Bom eu fui comer alguma coisa, mas só porque eu quis...

fiquei lá em cima com Vic conversando e a gente resolveu chamar Liv e uma tal de Bruna pra ficar com a gente, de começo eu não quis né, nem conheço essa tal de Bruna, mas Victoria encheu tanto o saco falando que eu tinha que fazer amizades novas..

Eu resolvi que não quero que saibam da minha gravidez agora, sei lá, dizem que não é bom sair revelando a gravidez antes dos três meses de gestação, e mesmo que minha ''ervilinha'' (eu chamo assim o filho é MEU) não tenha sido planejada eu quero que venha com saúde pra ser muito amado(a), não devemos culpa-lo pelo caráter de outros

Maju: Vic posso te pedir uma coisa?

Vic: Fala minha cunhadinha, a mais maravigold desse mundo, mãe do meu sobrinho(a). Tá com desejo? Se for fala logo depois não quero um recém nascido com cara de pizza ou de hortifrúti

Maju: Aff kkk, não é desejo eu só não quero que ninguém saiba da minha gravidez  agora por favor

Vic: Tá, as meninas tão chegando, pedi os lanches que eu vou fazer brigadeiro 

Espero muito que ela não fale não é que não confie mais ela vive no mundo da lua kkkk Nem posso falar muito também sou assim kkk Eu vou contar só pra Liv, só confio nelas rsrs

Pedimos os lanches, não demorou muito pra Liv chegar com uma mina ruiva, ela era bonita não posso mentir, ela me olhou de cima abaixo e confesso que não fui muito com a cara dela, mas deixa quieto acho quando a gente se conhecer melhor talvez eu mude de ideia.

Depois de um tempo, ela começou a falar comigo, só sei que o nome dela é Bruna, mas não dei muita confiança não.. Sabe não é por nada mas não gostei muito dessa rapariga não..

Bruna: Nossa sua pele é tão lisa, nem precisa de maquiagem né, esse cabelo tão perfeito, nossa e essas unhas as minhas nuca ficam tão grandes assim rsrs, você parece uma boneca rsrs

Maju: Obrigada você também é linda- Falei bem tranquila mas por dentro tava só ''tá repreendido em nome de Jesus crendeuspai, eu eu eu eu sai olho grande do que é meu'' 

Pode parecer besteira mas a ultima pessoa que elogiou minhas unhas elas quebraram TODAS, as vezes a pessoa nem inveja, mas fica desejando mesmo sem querer ué

Nos ficamos lá comentando sobre várias coisas enquanto assistíamos série, já tava bem tarde, fomos levar os pratos (Liv, Vic e eu) pra cozinha e Bruna disse que queria usar o banheiro então eu disse onde era e aproveitei pra contar pra Liv do baby né.. Liv ficou super feliz né rsrs

Bom lavamos os pratos e chegamos na sala a Bruna já tinha descido, ela tava super esquisita, mas deixa quieto, logo Alemão chegou sem camisa com o fuzil atravessado nas costas.

Alemão: Boa noite

Só falou isso mesmo e subiu, mas percebi que a mina ficou secando ele descaradamente, se pah ele até perdeu uns quilos..

Bruna foi embora com Liv, Já tava tarde mesmo  então partiu cama, subi e Alemão já tava dormindo então tomei um banho, deitei passando a mão na minha barriga, imaginando como vai ser daqui pra frente.




O Dono do Morro-série[Morro E Máfia] 1°temporadaLeia esta história GRATUITAMENTE!