Capítulo 26 - O juramento

16 2 0

Tetsuko não desgostava de observar o trabalho do ferreiro.

É interessante ver como outro ferreiro trabalha. Os únicos que já vi foram meu pai e meu discípulo...

Tetsuko amava o som de metal batendo contra metal, o ar quente da forja e o cheiro. Mas isso a deixava com sentimentos complicados.

Apesar de toda a sua frustração por não ser capaz de bater no metal com as próprias mãos, ela estava o mais perto possível de uma forja desde sua morte.

Se eu pudesse segurar um martelo de novo, pensou a alma dentro da espada. Mas logo deixou para lá. Não sou mais uma ferreira... sou uma espada agora...

Uma espada bárbara ainda por cima...

Ela suspirou mentalmente, frustrada. Ainda que eu lamente, nada vai mudar, pensou, voltando sua atenção para o ferreiro de novo.

Ele não é tão ruim... Apesar da falta de habilidade, suas armas são afiadas... mas elas vão quebrar logo por causa do metal de baixa qualidade...

No entanto, ainda que Tetsuko amasse forjar, ela queria que a sala ficasse quieta e vazia logo.

Porque, após todos irem, Nicolas iria até a forja.

Desde o acordo entre os dois, aquele que já foi a Espada do Rei andara vindo ao depósito de armas no meio da noite. Era quando a energia de Dale estava mais fraca, e seu novo portador recuperava o controle da alma.

Nicolas cortara a carne quatro vezes com a lâmina de Tetsuko já, e ela ainda lutava para devorar aquela poderosa energia corrompida.

Segundo o bandido, Dale não podia controlar aquela energia, porque ela não bebera do sangue dele.

Eu sei que Nicolas disse isso, mas parece que o Caos Sortudo está dentro da minha alma... escondido no canto da minha mente... só esperando...

Mas, agora, Tetsuko não podia fazer nada para não pensar nessa sensação.

Ao menos isso confirmou... A alma dentro da espada entendia agora que foi por meio do vinho que Otto adquirira aquela energia.

Mas Nicolas não confirmou para ela. Não podia. Apesar do controle que tinha, se ele falasse demais, Dale descobriria.

A janela de tempo que ele estava completamente livre de Dale ficava menor a cada noite.

Caos Sortudo está ciente de que algo está acontecendo... mas ele não sabe ao certo o que...

O pior ainda era que, sob o controle de Dale, Nicolas foi forçado a mandar fazerem outra bainha para ela, selando seus sentidos.

Nicolas queria deixá-la livre, mas a alma dentro da espada sabia que aquilo só aumentaria as suspeitas do nobre.

E, com Otto aqui, Dale tem mais um par de olhos à disposição...

Já que Tetsuko não podia fazer muito, ela focou sua energia em outra coisa.

Ela andou analisando a energia corrompida que vinha devorando toda noite.

Até antes de devorar, ela sabia que era uma energia profunda, quase maligna.

Após provar dela, ela percebeu que estava em um nível bem diferente.

É como se eu estivesse entrando em uma fornalha...

Ainda assim, ela tentou manipular aquela energia, como costumava usar o calor para manipular o metal.

Re;BladeLeia esta história GRATUITAMENTE!