you should rest!

3.9K 436 301
                                    

Nem faziam tantos dias...

E bom, Mark estava exausto. Ele já estava acostumado com essa rotina já faz um bom tempo, mas isso não significava que era uma rotina agradável. O comeback do Dream estava vindo e logo depois teria o do 127, e tinha que apresentar como MC à noite.

E tudo o que ele queria mesmo era algumas horas de cochilo.

Ele não tinha muito tempo pra pensar o que fazer na hora de pausa mas da mesma forma ficou ali, vendo vídeos feitos pelos fãs, os "cracks videos",  enquanto seus olhos cansados fechavam de pouco ao pouco, a única coisa que o mantia acordado era os momentos do vídeo que o fazia rir. As vezes ele não entendia as piadas por não ler as legendas, e ele tinha que voltar algumas vezes pra ler de novo. Mas sinceramente, ele estava até sem disposição pra isso.

Okay, seu corpo estava cansado.

Assim que o vídeo acabou, Mark se encostou na parede, fechando os olhos por alguns minutos e pensando nos mais novos. Ele iria sair da unit, então precisava ser presente pra eles nesses dias. Parece até o seu hyung Taeyong falando, sentia essa responsabilidade de cuidar dos seus dongsaengs nesse período, assim como ele, eles deviam estar cansados também. Sem contar os problemas sentimentais que ele tinha que lidar como esconder seu relacionamento dos managers, o triângulo amoroso confuso de Jeno, Jaemin e Renjun, e sei lá o que tem entre o Chenle e o Jisung. Jeno tinha razão, eles realmente são agora o NCT Gay.

Mark abriu os olhos assustado ao escutar alguém abrindo a porta da sala de prática, mas se aliviou ao ver que era Johnny querendo dizer algo. Ele viu o seu hyung animado pensando que ele iria trazer uma boa notícia. Mas na verdade era apenas um aviso dizendo que eles iriam pro Japão de novo.

"Ah pronto". Pensou o canadense, logo depois se levantando para se espreguiçar. Depois de conversar com o hyung, ficou sabendo que logo depois de ir apresentar como MC já iria em seguida para o aeroporto, e o único lugar que ele queria embarcar era sua cama, abraçando com o seu namorado enquanto assistia aquele documentário do Michael Jackson que eles já assistiram umas mil vezes.

- Mark! - Johnny chamou sua atenção. - Dorme um pouco antes de nós irmos.

O mais novo sorriu, concordando com a cabeça. Era a primeira coisa que iria fazer quando voltasse pro dormitório.

[...]

Ele não dormiu.

Ele apenas praticou um pouco mais, tomou um banho, arrumou algumas coisas e quando pensou em deitar, faltava algumas horas para ele sair de novo. Talvez ele tenha tirado alguns cochilos nesse período, mas nada que o fizesse totalmente bem, parecia que tinha o deixado mais cansado.

Depois de soltar um suspiro cansado no sofá, Mark pegou suas coisas para se levantar e voltar ao trabalho.

- Filhos, eu vou pro trampo, logo depois eu vou viajar mas isso vocês já sabem então qualquer coisa o Jaemin ou o Kun hyung faz comida pra vocês. - Mark disse, indo em direção a porta.

- Ninguém aqui é seu filho! Aliás sua vida inteira é um trampo, hyung. - Chenle respondeu, se sentando no sofá

- Uma vez escravo sempre escravo. - Mark sorriu, saindo logo em seguida.

E assim Mark foi, e logo depois, ele iria pro Japão para "ficar se pegando" com o Haechan.

[...]

Okay, ele estava no seu limite.

Era como se o corpo e a mente de Mark estive implorando por descanso, mas ele insista em continuar. Mesmo não aguentando nem segurar o passaporte em sua mão, mesmo que suas olheiras estavam tão profundas quanto um buraco na estrada, ele tinha que parecer bem, não queria preocupar os outros, estava fazendo de tudo para mostrar que não tinha nada de errado, mas era difícil quando uma parte dele queria dormir por um bom tempo e a outra parte só queria matar todo mundo que o força a trabalhar tanto na SM. Mas Mark tinha que sustentar sua família e retribuir as pessoas que o apoia, então a idéia de matar todos tinha que ser deixada de lado.

We Go Up! (nct dream)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora