3

1.4K 264 161


Presente

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Presente

Os compridos e sedosos cabelos negros balançavam ao vento. Seus olhos verdes faiscavam, contagiados pelo sorriso amplo que esticavam os lábios cheios. As sardas salpicadas em sua pele clara não eram nítidas na penumbra, mas conferiam a ela um aspecto saudável e um tanto... selvagem, Mark achou. As pernas longas estavam à mostra na fenda do vestido que destacava cada uma das perfeitas curvas. Não havia um defeito sequer nela. Meu Deus. Era verdadeiramente a mulher de seus sonhos.

E valera cada centavo gasto. Cada um das centenas de milhares deles.

Mark foi caminhando na direção da mulher, incerto de para onde olhar.

Como se cumprimenta seu cônjuge ao encontrá-lo pela primeira vez? É algo que o homem tampouco sabia. Por um instante pensou em — que se dane — beijá-la de vez na boca. Com língua e tudo. Era sua, oras. Ou não? Depois refletiu novamente. Nunca beijara uma estranha e esse dia já oferecera novidades demais para um ano inteiro. Mesmo que essa estranha fosse, de fato, sua esposa.

Se decidiu por um cumprimento cortês. Estendeu-lhe a mão tão logo se aproximara o suficiente. A jovem — não aparentava ainda trinta anos completos — ignorou seu gesto e lançou os braços ao redor de seu pescoço.

— Você é ainda mais atraente do que imaginei — ela sussurrou com uma voz suave em seu ouvido, antes de se afastar com um adorável sorriso tímido. Em seguida, baixou os olhos para as próprias mãos e deu de ombros. Mark retribuiu o sorriso com apenas alguns segundos de atraso. Estava tão espantado e maravilhado que mal se dera conta de que ainda não dissera uma única palavra.

Aí viu a bagagem da moça encostada contra seu carro. Ele apontou para a mala de couro surrado e ela assentiu com a cabeça, seu sorriso comprimido gerando covinhas de cada lado do rosto. Deu um passo desajeitado à frente. Ela saiu do caminho, delineando com os lábios um "oh, desculpe" inaudível. Ele não queria parar de olhá-la. Puxou a alça com tudo e o objeto não se moveu. Calculara errado a força. Ela murmurou um desculpe novamente e ambos riram.

No caminho para casa, Mark tentava se concentrar no trânsito e não na imagem refletida da mulher maravilhosa ao seu lado. Ainda não dissera uma única palavra. O silêncio estava preenchido com o rádio, que tocava naquele instante Amazed de Lonestar. Conforme se afastavam da cidade, mais distante e chiado se tornava o som da música até o ponto em que já não havia mais recepção alguma. Mark desligou o aparelho e pigarreou.

— Isso é um pouco constrangedor, não? — arriscou dizer num tom de gracejo.

— Constrangedor? Por que constrangedor? — A mulher o encarou com uma sobrancelha erguida, e um meio-sorriso no rosto.

— Por... porque... porque... oras... — Mark gaguejou e afrouxou um pouco o nó da gravata com uma mão.

Ela riu.

E lhe tascou um beijo na bochecha.

Ele desviou o olhar da estrada algumas vezes rapidamente para observá-la.

— Por que fez isso?

— Para quebrar o gelo, eu acho — ela disse. — E porque sou sua esposa.

O homem não conseguiu evitar de sorrir ante a frase. Sim, ela era sua esposa. Caramba! Ainda parecia incrível demais para acreditar. A mulher mais linda que já vira em toda sua vida não só o achava atraente, mas era sua esposa e estava bem ao seu lado. Então, retirando a mão da alavanca de câmbio, o rapaz tomou a atitude mais ousada que seria capaz de tomar naquele momento: segurou a mão da moça, entrelaçando seus dedos com os próprios.

Ela olhou para as mãos unidas e sorriu.

A sensação era tão prazerosa que Mark pensava que seria capaz de explodir. Ele sentia a pulsação forte até mesmo nos ouvidos.

É. Era verdade. Com aquelas mãos tão bem encaixadas, não lhe restava mais dúvidas.

Aquela mulher realmente tinha sido feito sob medida. Perfeita e exclusivamente para ele. 


Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.


Oi, pessoal

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Oi, pessoal. Desculpem, ainda não consegui responder aos comentários do capítulo anterior. Essa semana foi e está sendo uma loucura. 

O que acharam desse encontro? :o A esposa sob encomenda era o que vocês acharam? 

Não esqueçam de deixar o votinho de vocês, comentar e divulgar, se estiverem gostando! Abraços com carinho. 

Terça-feira que vem tem mais!

Terça-feira que vem tem mais!

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.
Esposa sob medida (romance)Leia esta história GRATUITAMENTE!