Sim, eu sou lésbica!

7.7K 289 10

Eu estava sozinha em casa, jogada no chão da sala, de biquíni, tentando criar coragem para entrar na piscina. Pensei em ligar para minhas amigas, mas as duas estavam viajando, então liguei para a minha namorada Amanda. (sim, eu sou lésbica)

Ela atendeu...

-Oi amor da minha vida!

-Oi melhor namorada do mundo! Ta ocupada?

-Não, porque?

-Porque eu estou sozinha em casa e preciso de uma companhia.

-Vou tomar banho e chego ai em 20 minutos.

-Não precisa tomar banho, e traga biquíni!

-Okay, em 10 minutos estarei ai.

Desliguei o celular e me joguei no chão da sala novamente, esperando Amanda chegar.

Ouvi o som do carro da mãe dela parando em frente de casa, peguei um vestido que estava ao lado da TV e fui abrir o portão.

Comprimentei sua mãe e dei um beijo em Amanda.

Entramos em casa, e eu notei que Amanda já estava de biquíni por baixo, então joguei ela o chão e comecei a tirar sua calça jeans, em quanto ela me batia e ria.

Peguei ela no colo e pulei na piscina. A água estava fria, quase congelando, então ficamos jogando vôlei de piscina até esquentar.

Ouvi meu celular tocar, eram minhas melhores amigas, elas estavam viajando pra São Paulo, então me falaram que não poderiam ficar muito tempo no celular, pois já iriam embarcar.

Avisei que estava tudo bem e disse que Amanda estava em casa, elas me falaram que tambem estavam bem, então a chamada caiu, e eu pulei na piscina de novo.

Amanda é linda, o tipo de garota que ninguém desconfia que seja lesbica, nem eu desconfiava quando a conheci. Ela tem o cabelo longo e liso, loira, tem a pele bronzeada naturalmente, cílios enormes, e olhos azuis como o céu. Tem 1,69 de altura.

Eu sou bem diferente dela, meu cabelo é ondulado nas pontas naturalmente. Comprido, chega até o quadril,  assim como o dela. Sou branca como leite, e tenho olhos cor de mel. Tenho 1,67 de altura.

Continuamos jogando, até cansar, então saimos da piscina e fomos ver TV na sala.

Nós duas tínhamos pouca coisa em comum,nossos corpos eram iguais, ambas poderiam ser chamadas de gostosas.

Ficamos abraçadas, assistindo filme e comendo chocolate. Ela iria dormir em casa naquela noite, então fomos até o mercado comprar chocolate e refrigerante.

Em quanto andavamos de mãos dadas, sentimos os olhares admirados das pessoas que passavam perto.

Todos se espantaram quando ela se virou e me beijou.

Quando passamos pelo caixa, os empacotadores ficaram nos encarando. Eu estava com um short jeans curto, e uma blusa cinza que deixava a mostra a barriga. Amanda usava um short jeans curto, e uma blusa branca decotada, que pessoalmente eu não gostava.

Um dos garotos nos perguntou se eramos solteira, então eu virei e dei um beijo nela.

Quando chegamos em casa, meus pais já estavam lá, deram um abraço em nós duas e perguntou para Amanda o que ela iria querer pro jantar.

Ela respondeu que queria pizza, a massa preferida dela, então minha mãe encomendou duas pizzas de calabresa e palmito.

Fomos para o quarto, e deitamos na cama, ficamos abraçadas la, deitadas, sem falar nada, só esperando as pizzas chegarem, até que eu perguntei se ela queria ver algum filme.

Fomos pra sala e procuramos alguma coisa legal pra assistir. Até que achamos um filme que as duas amavam, O sorriso da Monalisa.

Depois que comemos a pizza, fomos tomar banho, e depois fomos pro quarto assistir séries, até finalmente dormir.

Uma adolescente diferenteLeia esta história GRATUITAMENTE!