Lullaby - III

7 5 0


7 de agosto

Sophie

Ela que não pode ser Tocada

Destruída ou Apagada

Que nasceu como Força, independente de Dominação

Infinita como as Estrelas

Perde entre seus dedos aquilo que não Controla

E se torna uma só com o que despreza

Intangível; Intocável

Depois de me pegar buscando a lua pela janela durante a noite inteira, eu escapo pela porta dos fundos assim que param de prestar atenção em mim. Ando pelo campo aberto atrás de nossa casa, até onde uma floresta começa, para deixar de ouvir os sons vindos do Exército. Festejam meu aniversário como eu sempre fiz, me enchendo de presentes e dançando a noite inteira. Se deixam perder por pequenos prazeres. Não percebem que não vejo motivos para festejar até o fim da guerra e que não podem me dar a única coisa que eu quero...

Quando me sinto completamente sozinha e o único som ao meu redor é o vento, eu olho para cima. As nuvens cobrem o céu quase que por completo, mas a lua crescente brilha por cima delas em seu zênite, como nunca brilhou. Posso sentir a tempestade que nunca vem como se ela estivesse em minhas veias. A energia de cada uma das criaturas que escapou pela ruptura toma o céu e o escurece. O céu não é o campo de batalha, mas a fumaça sempre chega até lá no fim da guerra.

Olho para a lua como se pudesse olhar para dentro do Inferno pela fresta e ergo o nariz presunçosamente. Sinto vontade de gritar "ME TOQUE! ME DESTRUA! PROVE QUE É UMA FORÇA MAIOR QUE EU E QUE TEM CONTROLE SOBRE TODAS AS COISAS MALDITAS DO UNIVERSO!", mas as palavras nunca saem. Elas estão presas no meu coração, o enegrecendo e sobrecarregando. A tempestade. Eu não quero a morte, eu quero paz. Essa guerra tem durado tempo demais e já tirou demais de mim. Estou cansada de ser lapidada pela minha própria indestrutibilidade. E definitivamente me cansei de palavras vazias sobre uma guerra qualquer.

Não se tira algo de mim duas vezes e permanece incólume. Se a imortalidade é minha maldição, eu estou disposta a ser a última de pé. Se eu sou poderosa demais para ser tocada por você, eu sou poderosa o suficiente para causar o fim do mundo. E se isso é o que é necessário para conseguir minha vingança, é exatamente isso que eu farei.

As Crônicas de Kat - A História CompletaLeia esta história GRATUITAMENTE!