Capítulo 1

312 89 88

Olá, Pra começar quero dizer que estou muito feliz por publicar minha primeira história e de agora agradecer a todos que lerem, espero que gostem e que possam acompanhar cada capítulo, conto com vocês e idéias construtivas sempre serão bem vindas... amo todos vocês. 💥❤



    Elizabeth

   - Fique calma Eliza, por favor!

   - Não acredito que isso está acontecendo comigo, porque? -falo em meio ao choro.

    Clara me coloca em seu ombro e descarrego toda a tristeza que tem dentro de mim. Estou sem chão meus pais se foram para sempre.

   - Calma! Calma! Vai ficar tudo bem. -Clara disse tentando me acalmar mais não consigo me conter.

     Porque o mundo tem que ser tão injusto com pessoas que nem se quer são merecedores de tal injustiça.

     Depois de muitas horas, Clara consegui me acalmar e acabo adormecendo.

     Acordo com uma dor de cabeça, levanto para tomar um medicamento e quando me vejo no reflexo do espelho percebo olheiras e consigo enxergar dentro da alma uma pessoa frágil e derrota pela tristeza, uma pessoa que eu não sou mais estava triste o suficiente para tentar lutar contra isso.

   - Você precisa se arrumar para o funeral. -Clara disse e observo na porta do banheiro me olhando cabisbaixo.

    Ela se aproxima de mim e me dar um abraço estava precisando mais do que nunca daquele abraço apertado.

            3 HORAS DEPOIS...

   Eu sempre soube que um dia eles iriam partir daqui para o céu, mais pensava que isso iria demorar no mínimo mais uns 60 anos.

   - Eles se foram para o céu, e deixaram aqui na terra saudades entre seus familiares e amigos, eles sempre estarão entre nos, não os veremos mais saberemos que eles estarão presentes.

    Assim que um amigo mais íntimo de meus falecidos pais termina de falar, jogo duas rosas brancas uma no túmulo de meu pai e outra no de minha mãe.

   Todos se retiraram e eu permaneço.

   - Eu não sei como dizer algo para vocês dois pela última vez, primeiro quero agradecer por terem me colocado no mundo e terem me ensinado tudo que sei e que sou hoje, obrigada por fazer de mim uma pessoa que não se aproveita de ser quem é, para humilhar ninguém... -Não consigo conter que as lágrimas saiam - Vocês dois eram tudo que... eu tinha... e agora se foram... Eu amo vocês dois e sempre... vou amar.

   - Venha eu vou cuidar de você.

    Clara me levanta do chão e me leva até o carro e seguimos rota até em casa, quando chegamos percebo que havia vários jornalistas em frente o portão da mansão.

   - Era só o que faltava.

   - Não dê atenção para isso Eliza.

    Depois de toda dor que tive que enfrentar sozinha ainda bem que tive Clara para me ajudar, quando entro em casa e me deparo com o meu passado bem ali parado na minha frente...

   Ahhh, vão ficar na curiosidade.
  Coitadinha da Eliza ta sofrendo tanto.
    Quem será essa pessoa mistériosa do passado que resolveu voltar agora?
    Votem e comentem!
Recomendem para os amigos!
Beijoooos ❤

Buscando A Felicidade - Trilogia Felicidade - |Leia esta história GRATUITAMENTE!