☀️96☀️

8.7K 1.6K 3.6K

Deem suporte à fanfic, votem e comentem. Boa leitura!

Reta final, meu povo. Vamos animar nos comentários, e tentar curtir a att, mesmo ela estando plebe e toda atrasada. Por favorzinho!




Talvez eu esteja feliz. E eu não gosto nem de pensar, porque geralmente, quando eu digo a mim mesmo que as coisas estão indo bem, a vida vem e me dá um bicudão.

Mas olhando em volta, eu via meu Jimin cantarolando enquanto, sentado em frente à um espelho, ele maquiava os olhos, e eu podia ir até ele, porque eu estava quase totalmente recuperado do atropelamento. Então, sim, eu arriscava dizer que estava bem.

Eu me levantei de onde estava, na janela, assistindo o sol se pôr, e caminhei até ele, me agachando ao seu lado e o olhando no reflexo. — Sabe que nem precisa se maquiar pra ficar bonito...

— Sim — respondeu, rindo fraco. — Mas eu também fico bonito maquiado. Então, por que não?

Sorri para ele, antes de fechar a cara. — Porque demora pra caramba! Já devíamos ter saído de casa.

Ele me olhou, enquanto eu me levantava. — Alguém mandou o Yoongi nos avisar sobre esse encontro em cima da hora?

— Ele avisou anteontem, Jimin — respondi.

— É tem suficiente pra você, Jungkook. Que veste um jeans, um moletom, um tênis e acha que tá arrasando. — me disse, terminando de pintar a boca com um gloss, e fechou a bolsinha de maquiagem. — Vou pôr minhas botas.

Eu fiz uma careta, antes de me olhar no espelho. Woah, eu até pus meus brincos hoje, e ele desprezando meu look desse jeito. Suspirei, me sentando na cama e o observando terminar de se arrumar. Espirrou seu perfume pelo pescoço e beliscou as bochechas, fazendo elas ficarem mais coradas, o que me fez rir. — O que foi?

— Nada — murmurei, e o chamei: — Vem aqui, vem.

— Pra quê? — me olhou desconfiado, vindo devagar.

— Vem — sussurrei, dando dois tapinhas em minha coxa. Ele deixou um sorriso escapar, e se apressou, sentando-se em meu colo. — Você está bem? — perguntei, o abraçando pela cintura, enquanto ele juntava nossos rostos. — Hm?

— Sim, Jungkookie — assentiu, e o brilho em seu olhar entregava veracidade. — Você me faz bem.

Sorri, beijando seu queixo. — Jura? Está feliz comigo?

Jimin moveu a cabeça, assentindo. — Muito, muito, muito... muito, Jungkookie. — me abraçou pelos ombros, puxando meu gorro e acariciando meu cabelo. — Está feliz comigo?

— Não posso dizer — lhe disse. — Se não atrai azar.

— Que besteira — puxou um tanto meu cabelo. — Diga.

— Não — me recusei.

— Diga e eu te pago um oral — ofereceu.

O derrubei na cama, ficando por cima. — Deus, eu estou tão feliz, Jimin, você não imagina! Eu estou feliz como nunca estive antes! Nem quando Taeyang tirou a camisa ao vivo num show do BigBang eu estive tão feliz.

— Sujo — resmungou, descendo sua mão até minha bunda r estalando um tapa.

Eu ri, beijando todo seu rosto. — Eu posso ser burro e não saber muitas coisas, mas eu sei que é você o meu amor.

E o olhando, ele ficou em silêncio, até seus olhos encherem de água. Eu me apavorei. — Pelo amor de Deus! O que foi? Jimin? O que eu disse? Por Deus, me desculpa!

Sunboy {jikook}Leia esta história GRATUITAMENTE!