0. Prologue

24.6K 2.2K 4.1K

— O BDSM não se trata de sexo fácil. O sexo é uma consequência — Jimin disse com propriedade. — Não se trata também de mandar ou ser mandado por uma pessoa, como numa ditadura, contra a sua vontade. O BDSM em si é puramente sobre prazer. Sentir prazer e dar prazer. Sentir prazer em dar prazer. Ou ter seu prazer, e este seu prazer, ser a causa de prazer do outro. Compreende? Se a dor for algo que te dá prazer em sentir e o outro tiver prazer em causá-la, isso é BDSM. Se a submissão à outra pessoa for algo que te excita, assim como dominar o seu parceiro e fazê-lo te servir e ceder aos seus caprichos, isso é BDSM. Tudo aqui gira em torno do prazer mútuo e satisfação. Por isso os pilares do BDSM, além do bom senso, são os termos "São, seguro e consensual". O próprio nome é autoexplicativo. Vou explicar cada um deles. Vamos a parte do "seguro"; A segurança precisa vir em primeiro lugar. Um Dominador que não sabe o que está fazendo e acaba ultrapassando os limites de seu submisso, está praticamente cometendo um pecado. Se algo assim acontece durante uma Cena, aquele Dominador será visto com maus olhos. Perderá seu bom nome e boa fama no meio, e dificilmente encontrará um novo submisso ou submissa para si, se ultrapassar os limites de alguém, ainda mais em público.

— O que é uma cena, Jimin-ssi? — pergunta Jungkook, sentado no sofá de couro. — Já me deparei com este termo antes, mas nunca entendi perfeitamente.

— A Cena é como chamamos uma interação de BDSM, que pode ser em público. Geralmente se trata de uma performance, uma atuação, onde o Dominador ou Dominatrix, juntamente a um submisso ou submissa, interagem como numa peça teatral, com seus papéis bem definidos e pré-estabelecidos. É um conceito que não é totalmente definido, é mais amplo. E aí nós temos também a chamada Sessão. Essa é puramente quando os praticantes se reúnem para praticar os atos de Bondage, Disciplina, Dominação e Submissão, ou Masoquismo e Sadismo. É o momento da prática, de maneira geral.

— Acho que entendi um pouco... — Jungkook fala. — Uma é mais voltada pro público, de forma demonstrativa, enquanto a outra é a prática em si, entre o Dominador e o submisso. São diferenças tênues, certo?

— Algo assim. Existe muita coisa no BDSM que possui distinções sutis, que não ficam claras logo de cara — Jimin responde. — Como eu dizia, todas as regras de segurança, sobre como realizar fetiches com risco de dano à saúde, como cera de velas, choke play, ou o próprio bondage, por exemplo, precisam de plena experiência e capacidade do Dominador para praticá-las sem causar danos físicos aos submisso.

— Choke play é aquele kink de ser enforcado ou ter a respiração interrompida durante o ato sexual, não é? — Jungkook indaga curioso, embora precisasse apenas da confirmação.

— Exato. Você gosta? — Jimin pergunta encarando o outro. Seu olhar deveria ser puramente indagativo, mas era mais como se incinerasse todo o corpo alheio.

Estava sendo tão difícil esperar. Ainda mais quando ambos sabiam o que o corpo um do outro era capaz de fazer.

— Gosto... — Jungkook disse com um traço de timidez em sua voz. — Eu gosto quando... você vai fundo em minha garganta, e por alguns segundos sou incapaz de respirar, com você inteiro dentro dela — confessou. Não era como se devesse esconder esse tipo de coisa do Park, pelo contrário. Tinha que falar, afinal estavam ali pra isso.

Jimin arqueou suas sobrancelhas, com um sorrisinho extremamente provocador em seus lábios, como se desafiasse Jungkook a fitar-lhe nos olhos. Pra um alfa, o garoto era terrivelmente manhoso. Pra um ômega, ele era faceiro demais. Para Jimin, aquela combinação era perfeita; Jungkook lhe dava água na boca.

O cheiro adocicado, mesclado ao característico amadeirado do alfa, eram de fazer salivar. Jungkook tinha cheiro de bergamota, cedro, ameixa e maçã. Parecem muitas notas, mas não eram nem a metade das notas de um perfume caro, por exemplo. Jimin se perguntava qual seria o sabor de seu Slick  — a lubrificação natural de um ômega. Alfas não deveriam ter a entrada lubrificada com slick, mas Jungkook tinha. Aquela particularidade o deixava mais atiçado e ele ainda não havia se dado ao prazer de experimentar Jeon lá atrás.

INCANDESCENTE | jikook • Abo • bdsmLeia esta história GRATUITAMENTE!