under the stars

909 122 26

- Sabe que dia é hoje?

- 29 de Julho? - Chaeyoung perguntou como se fosse óbvio, enquanto penteava os cabelos.

- Não sua chata, quer dizer... também - eu tentava dizer - faz três meses que a gente se conhece!

- Até parece que eu vou ficar gravando datas.

- Você não leva a nossa amizade a sério - falei jogando uma almofada nela, enquanto a mesma revirava os olhos.

Durante aqueles três meses havíamos ido em tanto lugar que dava até para escrever um livro das nossas aventuras - algumas incluíam Jisoo, outras não.

Antes dela pegar a almofada no chão pra jogar de volta em mim, minha mãe entrou no quarto.

- Olá meninas - ela sorriu terna, Chaeyoung voltou para a cama enquanto encarava o copo de água e a cartela de remédio nas mãos dela.

- O que é isso aí? - perguntou curiosa.

- Seu remédio - disse tirando um comprimido e entregando na mão de Chaeyoung junto com o copo de água.

Acabei desviando o olhar e indo até a janela do quarto, Chaeyoung não gostava muito de quando as pessoas a observavam na hora de tomar seus remédios - mesmo com o tempo de convivência, eu ainda não entendia muito bem porque ela insistia em parecer tão forte até perto dos mais próximos.

- O pôr do sol está lindo... - falei comigo mesma enquanto observava o céu em várias cores diferentes enquanto o sol estava prestes a ir embora.

- Eu não consigo ver daqui - Chaeyoung disse com uma voz claramente chateada, estendi minha mão para que ela pegasse na mesma e viesse até a janela.

Depois de devolver o copo a minha mãe - que apenas obsevou a cena em silêncio - Chaeyoung se levantou calmamente tocando minha mão.

- Sua mão está quente.

- E a sua está fria - respondi vendo ela sorrir fraco - vem cá.

Cheguei um pouco para a esquerda, dando espaço para ela já que a janela não era tão grande. E eu pude ver seu sorriso ao ver o lado de fora, e ficamos ali por algum tempo.

- Acho um pouco sem graça ver o pôr do sol daqui do quarto - viramos o rosto para trás para escutar melhor minha mãe falando - o que acham de ir lá fora?

- É sério? - disse surpresa, já que ela nunca davam a autorização assim.

- Sim, querida - disse rindo, provavelmente da minha reação.

Olhei para o lado e vi que Chaeyoung parecia esconder sua empolgação, já que fazia um tempo que não saíamos por ela ter enfraquecido um pouco.

- Só não vão tão longe por favor, e nem demorem para chegar.

Educadamente ela pediu licença, se retirando do quarto. Chaeyoung virou-se para mim me dando tapinhas enquanto dizia coisas desconexas animada.

Ela me pediu ajuda para escolher uma roupa - apontei para um vestido azul claro que eu achava bem bonitinho, e ela até que concordou em usar. Esperei do lado de fora por alguns segundos já que ela foi rápida em se trocar logo aparecendo e me puxando pela mão para fora do hospital.

- Eu que deveria estar te puxando - falei acenando rapidamente para uma enfermeira que passou por nós.

- Ah é mesmo, até porque eu não sei onde a gente tá indo.

- Eu sei um lugar perfeito! - falei animada me lembrando de um parque ali perto, andando na frente e passando a puxa-la - temos que ser rápidas antes que escureça.

months counted » chaelisaOnde as histórias ganham vida. Descobre agora