Capítulo 20 - Novas Lendas

851 102 88

Olha quem está de volta... Não revisei por motivos de força maior (sono rs), então me digam se encontrarem qualquer erro ou discordância.

Postando porque estava sendo ameaçada!

Obs: eu não alterei a história anterior como disse que faria. Achei que seria injusto fazer vocês lerem tudo de novo por causa de pequenas partes que eu queria mudar. Então não precisam ler tudo, podem prosseguir daqui ou ver o último capítulo para relembrar alguns detalhes.

~**~

E ali eu estava mais uma vez, diante de um ser mágico e lendário que eu não fazia ideia de como havia surgido. Depois de recolher minha adaga do chão, ergui o rosto para me deparar com todos os olhares direcionados a mim. A maioria questionadores, principalmente por não conhecerem a Caipora e suas lendas e o de Giovanna, aparentemente a única informada sobre o assunto, perplexo por eu ter adivinhado quem realmente a garota era.

Caira... Caipora... Eu já não sabia! Apenas tentava manter a calma, por mais que a adrenalina da luta ainda percorresse meu corpo, e a encarei esperando que reagisse – ou que alguém do grupo tivesse essa atitude já que minha fala parecia ter saído com efeito paralisante. Mas me contrariando, a Caipora também apenas me observava, apoiando-se no cabo de madeira da lança afiada e avaliando-me de uma forma completamente diferente de antes.

- Então você sabe quem eu sou – Ela finalmente afirmou

- Mais ou menos – Consegui responder baixo. Ela abriu um sorriso de lado e ajeitou a postura. – Adivinhei por causa das suas atitudes.

- Isso aconteceu com todos os outros?

- Nessa missão, sim. Pelo menos até agora funcionou. – Respondi sabendo que ela estava se referindo aos outros seres que eu havia enfrentado.

Ela assentiu, pensativa e encarou o chão. Pareceu chegar a uma alternativa para o que quer que estivesse em sua mente.

- Desculpe interromper as duas, mas acredito que não sou a única bastante, senão completamente, perdida nesse assunto. – Julie entrou na conversa. Caipora guiou sua atenção para ela.

- Vou explicar tudo o que posso e da maneira mais fácil que conseguir, porém antes precisamos finalizar essa etapa – Caipora puxou sua lança do chão com força e esticou a mão livre para mim – Hailey...

A encarei sem saber o que ela queria e meu rosto deve ter demonstrado meu questionamento interno.

- Sua adaga, será que pode me emprestar por um momento? – Esclareceu. Todos ao redor me observaram esperando uma reação, não demorei para passar a arma para ela.

Caipora largou a lança por um instante e caminhou, em seguida, até boitatá, que continuava caída no mesmo lugar, completamente imóvel. Ela abaixou-se diante do animal. Fiquei olhando a cena, concentrada em seu progresso e esperando uma atitude. Senti a curiosidade e a confusão misturando-se dentro da minha cabeça. De repente, Caipora usou minha adaga para tocar a pele da cobra com delicadeza e com toda a calma puxar o objeto para cima, bem levemente. Quase dei um passo à frente para lembra-la de que a cobra não era protegida pelos deuses e poderia morrer facilmente com um pequeno deslize do golpe. No entanto, o modo atento e delicado que ela terminava o trabalho me deram certeza de que sabia o que estava fazendo.

O Mistério de Allíshya - Perdida | Livro 03Leia esta história GRATUITAMENTE!