Cap 106- Vai Guilherme

3.7K 287 13

My~

Estavamos conversando aleatoriamente ate a madrinha bater na taça fazendo todos olharem.

Madrinha- Vamos começar a "brincadeira",quem quer começar?

Tia Lucia- Eu começo.- Ela se levantou arrumando a sai.- Bom esse ano fui um ano de bênçãos,eu consegui sair do aluguel e vim morar em casa propria,consegui arranjar um emprego graças a Deus e agora estou aqui com minha familia passando nosso primeiro natal juntos.

Mel- Agora eu.- Ela se levanta.- O que falar sobre esse ano? Eu "conheci" minha prima,eu vim morar nessa cidade maravilhosa,fiz amigas super legais e amigos tambem,conheci o Gui meu namorado que sempre esteve comigo desde que a gente se conheceu,fui estudar ne um colegio interno que por coincidência ou não meu namorado e meus amigos estudavam lá,amadureci muito nesses meses que vim pra cá,conheci mais primos. E agora na vespera de natal,estou aqui com minha família de novo,obrigada por me fazerem crescer tanto em tao pouco tempo.- Ela senta.

Eu- Vai Gui.

Lara- Vai Guilherme,vai Guilherme.- Disse fazendo todos começarem a falar também.

Todos-  Vai Guilherme,vai Guilherme,vai Guilherme.

Gui- Ta eu vou.- Ele llevanta.

Todos- Aeee.

Gui- Eu não sei muito o que falar ja que minha familia não costuma fazer essas coisas,mas vou tentar mesmo assim. Eu não tenho muito o que falar desse ano,mas foi muito legal mesmo assim,no começo eu estava meio mal mas tudo mudou depois que eu conheci a Mel,pra minha sorte a bola caiu aqui no quintal e eu vim buscar né,eu e a galera chamou ela pra jogar e depois a gente comeu tudo aqui,e foi depois de praticamente todos darem uma desculpa pra ir embora que essa doida ali.- Apontou pra Mel.- Me roubou um beijo pra me calar a boca,ai depois a Lara apareceu e fingimos que nada aconteceu. Quando voltei pra escola eu pensei que nem iria ver ela direito,mas ela ja tinha gamado no pai aqui e foi estudar lá tambem,caiu na minha sala e virou minha parceira de mesa,eu ja tinha cinquistado ela.- Se gabou fazendo todos rirem menos Mel.

Mel- Foi só coincidência.- Revirou os olhos.

Gui- Deixa eu continuar minha história entrometida,enfim depois dela tanto insistir pra ficar comigo a gente acabou ficando umas vezes.

Mel- Eu lembro que voce que insistia não eu.

Gui- A historia é de quem? Minha,então se eu quiser eu falo que a gente fez um cruzeiro pro Havai.- Ela mostrou a lingua pra ele.- Continuando,depois de um tempo ficando com essa pessoa que não deixa eu falar,eu pedi ela em namoro,e agora eu tenho 2 familia e pra falar a verdade eu prefiro bem mais essa.

Lara- Ti buritinhooo.

Mel- Isso é por que nao tinha nada pra falar.

Gui- Xiu.- Ele deu um selinho nela.

Madrinha- Minha vez,bom quando eu vim morar aqui me bateu uma saudade tao grande,eu lembro de quando eramos mais jovens que a gente morava na casa da tia Virgínia,a gente sempre corria pelo quintal dela,mas ai cada uma foi pro seu lado e aqui ficou quase esquecido,quando a My disse que o pai dela tinha ido embora e que se ela nao conseguisse morar comigo ela ia ter que ficar no abrigo ate os 18 eu vi que eu tinha que voltar,minha casa não cabia eu e os meninos direito entao resolvemos vim pra cá. Foi tudo tão bom quando vim morar aqui de novo,me bateu saudades da infância mas mesmo assim eu amei esse ano.

As outras pessoas começaram a falar ate o momento que eu me  levantei pra falar tambem.

Eu- Esse ano estava dando tudo errado,ate eu ir pro colégio,lá eu fiz amigas,inimigas,colegas,amigos que são como irmãos,o melhor de lá foi o moreno que dividia quarto comigo,a gente brigou tanto mas quando se acertamos,foi aquele tal de casal 20. Quando tivemos nossa briga mais seria eu fiquei tao preocupada quando meu moreno tava no hospital e eu nem podia ir lá ver ele,quando voltamos meu coraçao chega aqueceu,minha familia toda reunida agora é tao maravilhoso,todo mundo juntinho aqui é tao bom,minhas tias,minhas primas,meus "primos" e o meu namorado. Obrigada a todos por fazerem desse meu natal o melhor.

Gu- Quando esse ano começou eu só pensei uma coisa "Mas um ano chato naquele colegio",e até a metade do ano foi um tedio,depois das ferias eu voltei pra escola e fiquei com uma garota e estávamos no quarto,eu tava louco pra ficar com essa menina de novo pra desestressar a cabeça dos problemas,ai de repente uma ruiva estressada entra me atrapalhando com a menina,quando elas estavam quase saindo no tapa eu botei a menina pra fora. A ruiva acabou fazendo amizade com a minha irmã e eu estava tentando só saber o nome dela,um tempo depois eu percebi que eu tava gostando daquela ruiva. Passado um tempo eu pedi ela em namoro,a gente tava tao bem juntos mais acabamos brigando depois de alguns meses,eu acabei indo pro hospital por uns motivos ai e resolvi me afastar da minha mulher,foram tempos difíceis pra mim ja que eu sentia vontade de voltar pra cá sempre,no aniversário do Jake eu ja tinha pensado em voltar com a My,mas deu um nervoso tao grande que eu nao conseguia falar,mas eu consegui abri a boca e voltei com minha ruivinha.


A Marrenta No Colegio InternoLeia esta história GRATUITAMENTE!