Perdido

18 6 2

Notas Inicias:

  Já deve ter feito um mês sem capítulo, mas quem se importa né? rs... Muita gnt, Misayama!
É eu sei, sorry.
Só demorei por conta das provas. "De um mês?"
São provas semanais, eu sofro! Mas n tanto.
Quero agradecer a miguxa que corrigiu os erros nesse capítulo, Te amo, Lory.
Ah, sim. A fanfic haverá algumas mudanças na forma da escrita, vocês irão perceber enquanto leem.
Ainda estamos no primeiro arco que é focado no Naruto, porém quero mencionar que essa fanfic não é somente focada em SNS, haverá outros personagens com destaque.

Boa leitura.

.......................................................................  



Pouco a pouco, com a luz que entrava pela janela anunciando o começo de um novo dia, Naruto remexia-se sob as cobertas de lã – que o protegia durante as noites frias da fronteira – incomodado com claridade. Cobrindo-se até a cabeça com a ideia de dormir só mais alguns minutos, mas o próprio sabia que aquilo não era verdade. Caso retornasse a cochilar, sabe-se lá Deus quando voltaria a acordar. E enquanto o herdeiro do trono encontrava-se "indisposto" a sair de seu ninho. Kiba Inuzuka, subcomandante da guarda real de Arevy, situava-se em uma pequena viela do vilarejo dormindo sobre o feno seco enquanto murmurava palavras indistinguíveis.

A noite do moreno havia sido agitada – tão agitada que o mesmo acabou dormindo em tal lugar – com muitas garrafas de vinho e mulheres atiradas que corriam atrás de si só por um minuto de atenção do cara em que fazia parte da guarda real. Sem esquecer-se de Chris, no qual havia voltado para a pousada primeiro que Naruto e Kiba, como o mesmo disse noite passada: "À noite não me agrada ao todo". Deixando Naruto e Kiba com um questionamento sobre as palavras ditas por ele.

E com as bebidas aqui e ali, comidas exóticas jamais vistas pelos dois rapazes, mulheres nas quais dançavam ao som da flauta de bambu dos músicos da cidade e as crianças correndo por entre os adultos com fitas azuis presas em si, banhadas por um brilho nas laterais. Kiba se divertia com as belas garotas que o rodeava e Naruto saia de fininho ao retorno da casa em que haviam resolvido ficar para passarem a noite.

— Vossa Alteza...? — Chris agachou-se ao lado da cama improvisada em que Naruto dormia — Senhor Jiraya deseja a sua presença em sua casa.

Naruto encolheu-se agarrando fortemente o lençol sobre sua cabeça, resmungando que estava muito cedo para que se levantasse e reclamava da horrível dor que causava uma horrível agonia em sua cabeça. Chris o olhava, compadecido com a situação, tendo que conter o líbito de acariciar a cabeleira loira que estava exposta.

— Vossa alteza, Jiraya precisa realmente falar com você — Chris disse novamente com mais entonação na palavra "precisa" — Caso você se negar a levantar serei obrigado a puxá-lo de seu projeto de cama. Ordens de Sua Majestade.

O príncipe soltou o pano que cobria seu rosto encarando o garoto de tez pálida questionando-se quando foi que aquele garoto havia entrado na guarda real. Suspirou dando-se por vencido, ordenando que Chris avisasse para o ancião que já estava a caminho.

...

O castelo encontrava-se turbulento por vários motivos; a primeira era que o rei havia sumido na noite anterior e nada de notícias suas até àquela hora da manhã, e a segunda era que a coroação se aproximava e o rei estava desaparecido. Kushina andava nervosamente pelo corredor, revestido pelo chão de mármore que a cada passada um sonoro "clack" podia ser escutado por conta de seus saltos que batiam fortemente contra o solo. Ao seu lado estava a sua dama de companhia que a acompanhava para todos os cantos.

Indomável/ SNSLeia esta história GRATUITAMENTE!