8-Primeiro passo

6 3 0

POV Jolie

Voltei pra casa com todos esses pensamentos em mente, quando fui interrompida por uma voz masculina.

---Para onde vai mocinha.

Me virei pra ver quem é (apesar de já saber).

---Papi. Disse dando-lhe um abraço.

---Hey princesinha.

---Preciso lhe dizer uma coisa. Disse ficando mais séria 

---Sim pode falar amor.

---Espera até chegarmos em casa então conto a mamãe e ao senhor.

Caminhamos até nossa casa em silêncio.
Quando cheguei subi até o meu quarto e me troquei, quando desci encontrei minha mãe e pai sentados provavelmente me esperando.

---Então o que quer nos dizer? Perguntou a minha mãe um pouco aflita.

---Não se preocupe mãe não é algo tão ruim. (Eu só não sabia como dize-lo).

---Ok pode falar.

Suspirei---Então é que eu conheci um garoto, ele é carinhoso, compreensivo, engraçado, atencioso, amoroso, enfim ele é perfeito nós nos conhecemos em um restaurante e desde de então ele meio que me "persegue", mas dá última vez que nos vimos ele se declarou e disse que me amava. E com o tempo eu percebi que também o amo, ele é alguém especial em minha vida.

Um minuto de silêncio e meus pais se olharam com um olhar de "eu sabia que isso iria acontecer algum dia".

Enfim minha mãe resolveu quebrar o silêncio e me tirar daquela angústia.

--- Filha porque você não nos contou isso antes?

---É que vocês estavam sempre ocupados com nossa "nova vida" que eu não me sentia confortável para falar sobre isso.

---Tudo bem mais você tem serteza que o ama mesmo?

---Sim mãe pois eu não consigo ficar sem ele, e me sinto bem em sua presença, e ele me faz feliz.

---Bem meu amor se você sente assim então vamos te apoiar, mais só tem duas coisas, acho que voc ê é jovem demais para namorar, e você tem certeza que ele também te ama, e se ele é um garoto decente?

---Sim mamis eu sei que sou jovem mais não se preocupe eu serei sàbia em minhas escolhas e ações. E ele com certeza me ama pois ele se declarou a mim de uma forma que eu nunca havia visto antes, e ele é decente pois é educado se porta bem diante das pessoas, e é carinhoso, amoroso, e se importa com os outros a sua volta.

---Tudo bem então. Só falta uma coisa, quando iremos conhecer o "garoto maravilha"?

Ri. ---Amanhã mesmo, faremos um jantar para que vocês se conhecam.

---Ok então despençada mocinha.

Sorri e subi até meu quarto. Ufa que bom que entenderam, espero que gostem dele.

Como se passava das 17:30pm eu fui mandar uma mensagem para o Harry para saber como ele estava passando. Confesso que tive saudades daquele fofo.

"Então como está Harry?" Digitei e enviei.

"Estou um Harry que não ganhou um beijo"

"Você ainda no tirou isso da cabeça?"

"Não"

"Tá, mais você já contou a seus pais, isso é um passo a mais para o seu tão sonhado beijo"

"Contei"

"Qual foi a reação deles?"

"Querem te conhecer e os seus?"

"Também, que tal irem todos no jantar?"

"Boa ideia aí todos se conhecem"

"Sim"

"Beleza então até o nosso jantar especial  babe"

"Thcau curly"

"Tchau lisa"

"😁😁😁"

"Te amo ♥️"

" Eu também meu Hazz ♥️"

"🤗 Ta me deixando corado de vergonha agora"

"Ok então eu paro, beijo Harry"

"....."

"Que foi?"

"Nada é que estou pensando que se você estivesse aqui me beijaria de verdade"

"Paciência Harry paciência"

"Ok falta pouco agora , daqui a algumas horas seremos um lindo e apaixonado casal"

"OMG agora você que tá me deixando envergonhada"

"Kkkkkkk ok tenho mesmo que ir agora. TE AMO"

"Tchau eu também TE AMO, KKK"

"Beijo"

"Beijo"

"Bye bye"

"Thcau"

"Asta lá vista baby"

"Harry!!!"

"A despedida é uma dor que.....tá bom ok eu paro até amanhã babe"

"Até"

Desliguei o celular e fiquei olhando para o tempo até que acabei cochilando.

POV Harry

Depois que terminei de falar com ela pelo celular. Parei e fiquei pensando no quanto eu a queria aqui comigo para que eu pudesse ficar apenas admirando sua perfeição e também para beija-lá e como que queria beijar aquela garota que me fazia esquecer do mundo em minha volta e prestar atenção só nela apenas nela e mais nada.

Fiquei me lembrando de quando nos encontrarmos de manhã e ela disse que me amava e como todos os momentos que passamos juntos foram e serão sempre perfeitos a como eu a amava eu a amava muito e eu queria apenas mostrar isso ao mundo. Que bom que agora eu poderia.

Depois dessa minha demorada reflexão percebi que já era hora de
Jantar.... Após jantar e tomar banho fui dormir a espera de que amanhã chegasse logo. Eu estava ansioso para finalmente tê-la.

---Até amanhã minha Ju. Falei sozinho imaginando ela ali comigo.










Um Amor quase impossível |H.S| (Hiatos)Leia esta história GRATUITAMENTE!