4-Amizade ou Amor

20 6 0

Quando eu acordei (um pouco mais tarde por ser um sábado) me assustei com a quantidade de mensagens no meu celular que ainda por cima era de um número desconhecido, quando fui ler eram todas do tipo:

"Oi você chegou bem em casa? eu senti a sua falta"

"Espero que tenha gostado de ontem tanto quanto eu"

---"Quem é você?". Perguntei já com medo de ser um pervertido ou algo assim.(Eu tenho a facilidade de transformar tudo em algo perigoso ou fora do comum).

1 minutos depois ele ficou online e respondeu a mensagem:

---"Oi sou eu meu bem,  o Harry como você está?"

---"MEU BEM!!! Como assim eu nem te conheço direito. E como você tem o meu número".

---"A, me desculpe é força do hábito, eu sou acostumado a ser gentil com as pessoas"  "E foi a sua amiga Lucy que me deu o seu número"

---"Porque ela faria isso?"

---"Porque eu pedi pra ela"

---"Arggg para de perseguir meu deus eu nem te conheço". Após eu mandar essa mensagem eu desliguei o celular e fui tomar banho.

Quando acabei o banho fui comer, como sempre, e liguei pra Lucy, como sempre. Quando ela atendeu eu já fui perguntando:

---Porqueeeeeee você deu o meu número para o Harry?!?!?!

---A Oi pra você também amiga como você está?

---To bem, mas você não respondeu a minha pergunta.

---A tá, ele que pediu, e quando você ia me falar que conheceu Harry Styles?

---Como assim você já conhecia ele?

---Claro.

---Ah, bom então me desculpe (eu acho) mas como e quando ele te pediu? ( Eu só não entendi o porquê dela querer  saber que eu conheci ele, deve ser porque eu cheguei a pouco tempo em Londres e já estava em um restaurante com um garoto, acho que isso não é muito normal mesmo)

---Depois que você saiu eu fui falar com ele e perguntar de onde ele te conhecia, aí nos ficamos conversando e depois de um tempo ele pediu o seu número, e foi assim.

---Ok então acho que vou dar um passeio por aí.

---Beleza thcau amiga até a próxima.

---Tchau até a próxima

Cai na cama e fiquei pensando em um bom lugar para ir  e passear, depois de um tempo, sem muita criatividade,  resolvi ir até um parque, não a nada melhor que um pouco de ar livre não é mesmo, então foi isso que eu fiz vesti um vestido florido e rodadinho estilo primavera, um cachecol rosa e prendi os meus cabelos castanhos e lisos em um coque deixando um pouco caído no rosto, e nos pés uma sapatilha confortável e fofinha.

Ao descer as escadas vi o meu pai com um enorme sorriso estampado no rosto o que estava um pouco raro nos últimos dias, do jeito que as coisas estavam andando.

---Que sorrisão é esse em senhor Tom?  Falei em um tom de brincadeira.
---Seus lindos olhos castanhos estão mais brilhantes do que o normal.

---Hoje é um dia bom minha princesa.

---Uhhh porque?

---Eu conssegui um emprego e muto bom, eu farei meu próprio horário então terei tempo para vocês.

---Que maravilha a mamãe e o Luke já sabem?(Luke é o meu irmão mais velho)

---Não eu farei uma surpresa então shiiiiii. Ele fez colocando o dedo indicador na boca.

Um Amor quase impossível |H.S| (Hiatos)Leia esta história GRATUITAMENTE!