Capítulo 11 - O novo usuário

12 3 0

Tetsuko não sentiu a lâmina cortando sua cabeça.

Mas sentiu uma grande dor após aquilo, como se seu corpo estivesse sendo separado dos seus órgãos.

Mas agora ela sabia o que essa sensação familiar era.

Era a dor de sua alma ser tirada do corpo e arrastada para outro mundo.

Porém, só durou um momento.

Então não havia nada. Apenas sua mente flutuando.

Onde? A ferreira não tinha ideia.

Então isso é morrer...

Antes que pudesse se impedir, ela soltou um riso fraco.

Ao menos agora me lembro de como acabou dessa vez.

Quantas vezes preciso morrer até poder descansar?

Ou talvez eu não mereça um descanso.

Tetsuko se lembrava dos momentos finais em seu mundo original.

Dos rostos a encarando. Do ódio emanando deles.

Não sinto remorso pelo caminho que escolhi, mas talvez isso quer dizer que eu não possa ir desta pra melhor. Continuarei vivendo como uma espada, sem poder fazer aquilo que deu sentido à minha vida.

A ex-ferreira também se lembrou de fechar os olhos quando sentiu a pesada lâmina cortando seu pescoço.

Não pude ver. Mas eu sei.

Aquela foi uma lâmina que eu fiz... Morri outra vez por minha própria lâmina.

E dessa vez ela se lembrou disso.

A ideia de que sua vida acabou por causa de uma espada que forjara com as próprias mãos deu um alívio macabro que nem ela pôde explicar.

Eles atenderam meu último pedido.

Tetsuko tentou se lembrar da sensação de ser decapitada, mas, não importa o quanto quisesse, não se lembrava de nada.

Ela sentiu que a lâmina passou, mas não da sensação de ter a cabeça cortada.

Nunca sentiu a dor de ser decapitada.

Tudo que se lembrava era de que uma calmaria quando a multidão ficou quieta.

Não... Eu não podia ouvi-los mais... E então...

Então houve a dor de ter sua alma sendo separada do corpo.

Tetsuko tentou conferir seu pescoço.

Mas ela já não tinha mais um.

Nem mãos. Muito menos um corpo.

Acho que foi uma morte sem dor. Ser separada de seu próprio corpo pode ter suas vantagens, pelo visto, pensou, olhando o arredor.

As trevas a sua volta ficou mais densa.

Suspirando mentalmente, ela fechou os olhos que não tinha.

Então isso é ir pra outro mundo?

Pensei que seria igual àquelas histórias sobre o rapto dos deuses. Mas acho que a realidade não é como os contos pras crianças dormirem.

Tetsuko sentiu sua mente devagar para o nada que ela se tornou.

Espera... Lia?

Pensou ela, mas não houve resposta.

Soube imediatamente que a outra mulher não estava com ela.

Re;BladeLeia esta história GRATUITAMENTE!