Primeira Parte

2.8K 43 12

Ele tentava desesperadamente segurar a porta, para que não se abrisse, enquanto o suor frio escorria pela sua testa. A força de fora com certeza era maior, mas agora ele tinha um motivo para continuar vivo. Os gritos assustadores já não o atormentavam mais, e no momento em que a porta se escancarou e ele caiu, batendo a cabeça no chão do piso gelado da sala, ele só conseguia pensar em como desejava que ela ficasse fora de casa o dia inteiro.

EternoLeia esta história GRATUITAMENTE!