O Verme Sujo e a Serpente Renegada

77 7 0
                                          

Calor escaldante, areia em todos os lugares, ameaças mortais, tudo aqui é um convite para mandar embora até os mais corajosos aventureiros. Porém, acreditando ou não, algumas pessoas, de sanidade duvidosa, encontram nos desertos de Wastes um refúgio. Aqui não fazem perguntam de onde você veio, ou quem você era antes de chegar, lhe dão um novo nome e uma cama empoeirada no esconderijo da Gangue da Areia, os piratas do Sand Sea.

Dentre todos os malucos do deserto, nenhum se compara ao seu líder, Dirt Devil. Obcecado por adrenalina e pela caça do maior predador de todo o deserto, o maior dos vermes-da-areia, o Dirt Devil original. Sua ganância por tal presa é tão grande que não demorou para darem o nome de seu algoz ao líder, assim presa e caçador se misturam.

Em seu último confronto, o Dirt Devil de moicano verde e sorriso babaca no rosto levou a pior, o ver demoníaco de aspecto esquelético e pré-histórico lhe levou um braço e um olho, preço baixo a se pagar. Nenhum outro sobreviveu a um confronto direto com a criatura, alguns enfartam só de ouvir o seu som deslizante sob a areia.

Agora o nosso maluco favorito está de cama, uma prótese foi instalada para substituir o braço direito e o olho perdido, mas as coisas não são tão simples assim. Dirt é um sobrevivente e seu corpo luta contra tudo que parece estranho, não foi surpresa alguma quando uma forte reação imune começou a rejeitar as próteses, por sorte sua melhor amiga é também uma xamã, que prepara diariamente poções e remédios para curar a rejeição.

Quando chegou a Gangue, recebeu um novo nome, Kukulcan. É uma jovem índia, de longos cabelos negros e loiros cor de areia, os olhos negros parecem sempre profundos e distantes como o seu passado, um colar de presas e penas adornam seu pescoço, a pele branca está constantemente queimada de sol e parece ser raro ver um sorriso em seu rosto, exceto quando está cuidando do Dirt.

Mas naquela tarde as coisas não seriam assim, quando atravessou o corredor escuro e metálico, a porta do quarto do líder estava aberta, a cama bagunçada e vazia e o remédio intocado na cabeceira. "É bom você só ter ido no banheiro DD, se estiver fazendo algo idiota..." Cruzou o quarto e não tinha ninguém no banheiro, tudo vazio. Ao sair furiosa atrás do arruaceiro, se deparou com um colega de gangue:

—Cadê o DD!?

—O Dirt Devil? Bem, ele se levantou animado e pediu para preparar o carro que ele estava pronto para outra...

—E você deixou ele sair!?

—Ele é o líder, ué!

—Se ele pedisse uma corda para se enforcar, você iria ajudar ele a dar um nó? —Seguiu pelo corredor furiosa sem ouvir a resposta.

Chegando na garagem, encontrou Thunderbird que sempre estava por lá mexendo nas suas tralhas, era ele que cuidava dos veículos da gangue. Tem um cabelo comprido, desgrenhado que parece sempre estar sujo de graxa, a pele é tão escura quanto a mesma, mas os olhos são azuis brilhantes como relâmpagos, parece sempre estar de bom humor e nunca preocupado com nada.

—Deixou o DD sair!?

—Kukul! Claro, ele disse que precisava sair da cama um pouco...

—Com um carro armado?

—Sabe que eu não tinha me dado conta disso, mas ele não seria idiota de arrumar encrenca naquele estado...

—Se tem uma coisa que o DD é, é idiota o bastante para qualquer coisa. Pegue o helicóptero, temos que ir atrás dele.

—Não acho que seja necessa...

Heavy Metal Machines FanficWhere stories live. Discover now