you can make a coffee?

1.1K 153 86

   Eu a observava limpar o suéter com um pano molhado que o funcionário da sorveteria nos havia emprestado, suspirei tranquila quando percebi que nem tinha manchado tanto.

   — Então... me desculpe de novo.

   — Ah esquece isso, ninguém vai notar – me respondeu se sentando na cadeira. Seu olhar subiu até o meu rosto, com uma expressão estranha – me desculpe pela pergunta estranha, mas a gente se conhece?

   Não esperava ser reconhecida, até porque ela nem olhou para mim naquele dia e apenas puxou sua amiga para longe do hospital.

   — É... sim – disse meio desconsertada – eu estava no hospital aquele dia.

   — Hum... a garota ruiva de franja. Eu e Momo ficamos curiosas para saber o que você foi fazer lá dentro –  disse me encarando estranho, fazendo uma expressão de lembrança – ah é mesmo, meu nome é Jennie.

   — Lalisa – sorri educadamente, ela não parecia arrogante ou algo do tipo – você quer me dizer o que aconteceu aquele dia?

   — Chaeyoung sempre foi muito difícil de lidar, ainda mais depois que...

   — Ela ficou doente? – continuei quando percebi que Jennie não teve coragem de continuar, levei a mão a boca um pouco arrependida – me desculpe.

   — Mas... Afinal, o que vocês duas são? – disse ignorando o que eu disse. Não sabia o que lhe responder, afinal, eu havia conhecido Chaeyoung apenas a dois dias atrás. Acho que ainda não poderia dizer que somos amigas, certo?

   — A minha mãe trabalha lá, por isso acabei conhecendo ela.

   — Certo, deixe-me te contar uma coisa – disse se aproximando de mim, para que mais ninguém escutasse – Chaeyoung não costumava ser uma pessoa muito agradável antes disso... tudo. Mas mesmo com os seus defeitos eu e Momo sempre estávamos com ela, e agora que ela está doente é claro que nós não iríamos a abandonar. Mas sabe o que ela faz? Nos manda embora como se não fossemos nada para ela, entende o que eu digo?

   Ela não parecia brava ao dizer aquilo, talvez só um pouco chateada e com a intenção de me alertar sobre algo.

   — Se você quiser passar os últimos meses da Chaeyoung ao lado dela, saiba que é uma grande decisão – me deixou triste saber que Jennie dizia aquilo com tanta convicção.

   — Vocês deveriam tentar falar com ela denovo – falei baixo, em resposta escutei uma risada.

   — Já fizemos muito por ela, agora só posso desejar melhoras – se levantou pegando a bolsa – passar bem.

   Foi saindo em passos rápidos da sorveteria, pensei em lhe chamar de volta assim que vi algo em cima da mesa – que provavelmente esqueceu. Me estiquei vendo que era um polaroid, mais especificamente das três juntas. Jennie e Momo sorriam abertamente enquanto Chaeyoung – com seu cabelo ruivo, um pouco mais claro que o meu – apenas mandava um beijo para a câmera.

   Guardei dentro da minha bolsa, e fui para a cafeteria.

[...]

   — Olha a roupa que essa aqui está usando... Incrível – Jisoo olhava o polaroid, porém estava mais interessada na roupa em que elas usavam. Suspirei frustada – qual dessas é a do hospital?

   — A ruiva, mas o cabelo dela não está mais assim – eu precisava desabafar para alguém, e esse alguém foi Jisoo já que a mesma estava curiosa para saber.

   — Hum... O que será que ela fazia antes de ficar doente?

    — Não sei, pelo o que Jennie disse ela não parecia ser muito legal... – não consigo imaginar Chaeyoung fazendo mal para alguém, por mais que tenha aquele jeito.

months counted » chaelisaOnde as histórias ganham vida. Descobre agora